FANDOM


Aviso de Spoiler




Quote1 Todo mundo quer um final feliz, não é? Mas nem sempre é assim. Talvez desta vez. Espero que se estiver ouvindo essa gravação, seja numa celebração. Espero que famílias estejam reunidas, espero que tenhamos nos recuperado que uma versão normal do planeta tenha sido restaurada, se é que existe tal coisa. Meu Deus, que mundo. Que universo agora. Se me dissessem há dez anos atrás que não estávamos sozinhos, muito menos nessa extensão, é, eu teria ficado surpreso. Quero dizer, que isso, quem imaginaria? As forças épicas das trevas e da luz que se revelaram, e para o bem ou para o mal, essa é a realidade em que a Morgan terá que encontrar uma maneira de crescer. Então, eu pensei que provavelmente seria melhor gravar uma pequena mensagem no caso de uma morte inoportuna, da minha parte. Quer dizer, não que a morte possa ser oportuna. Essa viagem no tempo que vamos tentar fazer amanhã, fez eu queimar minha cabeça sobre a viabilidade de tudo isso... Essa é a razão. Isso que faz um herói, não? Parte da jornada é o fim. Com o que eu estou me preocupando? Tudo vai dar certo exatamente como deveria... Eu te amo mil milhões. Quote2
-- Tony Stark fonte 

Infância

Nascido em 29 de Maio de 1970,[7][10] filho do lendário inovador, engenheiro do Projeto Manhattan e desenvolvedor de armas Howard Stark, a infância de Tony Stark era frequentemente dominada pela ausência de seu pai, o qual ele viria mais tarde a descrever como "frio" e "calculista".[11]

Iron Man (film) 001

No entanto, desde cedo ele rapidamente roubou as atenções com sua mente brilhante e original. Aos quatro anos ele construiu sua primeira placa de circuito, aos seis anos seu primeiro motor, e aos dezessete anos se graduou summa cum laude no Instituto de Tecnologia de Massachusetts.

Quando seus pais morreram em um acidente de carro, o grande amigo e aliado de Howard Stark, Obadiah Stane, entrou em cena para preencher a lacuna deixada pelo lendário fundador. Aos vinte e um anos, Tony tornou-se o mais jovem CEO de uma empresa da Fortune 500 após herdar as Indústrias Stark, uma das principais fabricantes de armas para as forças armadas dos Estados Unidos.[2]

Com as chaves para o império de negócios, ele marcou o início de uma nova era para o legado de seu pai, criando armas mais inteligentes, robótica avançada, e direcionamento de armas por satélite. As Indústrias Stark realizaram um trabalho pioneiro em tecnologia médica e na luta contra a fome no mundo com o seu programa Intelli-Crops. A influência de Tony mudou a face da indústria de armas por "garantir a liberdade e proteger a América e seus interesses ao redor do globo."

Apesar de ter desenvolvido uma forte reputação em seu campo, Tony raramente parecia interessado no trabalho dos outros; durante uma festa em Berna, na Suíça, para comemorar o milênio, ele brevemente conversou com o cientista Aldrich Killian e depois esqueceu completamente sobre o homem depois de prometer encontrá-lo no telhado, preferindo passar o tempo com a cientista Maya Hansen, oferecendo algumas breves observações sobre o trabalho dela e então partindo na manhã seguinte.[3]

Capturado no Afeganistão

Anthony Stark (Earth-199999) from Iron Man (film) 010

A Primeira Armadura de Stark, a Mark I

Quando Stark viajou para Cabul, no Afeganistão, em Maio de 2009 para apresentar seu novo projeto de míssil de fragmentação, uma arma multi-ogiva extremamente destrutiva chamado de "Jericho", para o Força Aérea dos Estados Unidos, seu comboio foi atacado por militantes cúmplices do líder terrorista Raza e ele acabou sendo nocauteado. Ele acordou para descobrir que ele havia sido gravemente ferido por estilhaços que perfuraram seu peito, e tinha sido capturado pelos militantes, mas havia sobrevivido graças a seu companheiro de cativeiro, o Dr. Ho Yinsen.

Yinsen havia feito um eletroímã de alta potência para segurar os estilhaços no lugar, impedindo-os de perfurar seu coração e, assim, o mantendo vivo. Stark foi ordenado por seus raptores, um grupo terrorista que se autodenominava de os Dez Anéis, para construir uma nova versão do míssil Jericho das Indústrias Stark. Embora relutante, ele concordou, mas em vez disso usou o tempo para construir uma armadura energizada junto com um Reator Arc em miniatura para mantê-lo vivo.

Durante sua fuga, Yinsen foi morto em uma tentativa de atrasar os guardas tempo o suficiente para Stark carregar a armadura. Após a armadura estar energizada, ele escapou e destruiu todo o estoque que eles tinham de armas Stark, e usou um foguete para fugir do local. Depois de colidir com a areia, ele abandonou sua armadura e viajou durante algum tempo antes de helicópteros militares Americanos o encontrar e o levar para um local seguro.[2]

Anthony Stark (Earth-199999) from Iron Man (film) 0039

Armadura do Homem de Ferro MK III

Tornando-se Um Herói

Ao retornara para os Estados Unidos no final de Agosto, Stark declarou que as Indústrias Stark não mais fabricariam armas, um movimento que seu parceiro de negócios Obadiah Stane disse a ele que foi rapidamente bloqueado pelos membros do conselho. Ele decidiu recriar sua armadura com um design completamente atualizado com capacidade de voo, e construiu um reator arc mais poderoso e confiável, tanto para alimentar o seu marca-passo e sua armadura. Este modelo de teste experimental deu lugar a uma armadura de terceira geração mais refinada, fortemente armada e pintada em um tema vermelho e dourado com cores vivas que se tornariam sua marca registrada através de sucessiva gerações de sua armadura.

Diante da constatação de que seus projetos de armas haviam caído em mãos erradas, Stark vestiu o traje MK III e voou para o Afeganistão para impedir os Dez Anéis. Ele parou o grupo e destruiu seus estoques de armas Stark, enquanto acidentalmente chamou a atenção da Força Aérea dos EUA e de seu amigo Tenente Coronel James Rhodes. Eles enviaram dois jatos F-22 atrás de Stark para o derrubar, mas Stark conseguiu escapar deles, e Rhodes encobriu o incidente depois que ele descobriu que Stark estava pilotando a armadura, afirmando que a batalha era um exercício de treinamento.

Enquanto ele estava trabalhando para melhorar a armadura, ele descobriu que Stane estava negociando por debaixo da mesa com ambos os lados no conflito. Ele enviou sua assistente Virginia "Pepper" Potts para invadir a unidade central da Stark. Enquanto ele estava em casa, Stane o surpreendeu com um dispositivo que induzia uma paralisia temporária, e depois roubou o reator arc do peito de Stark. Stark voltou para seu laboratório depois que o efeito do dispositivo paralisante havia passado e tentou pegar o velho reator antes que ele tivesse uma parada cardíaca. Com a ajuda de sua I.A. pessoal, o J.A.R.V.I.S., ele foi capaz de colocar o reator arc em seu peito.

Homem de Ferro

Anthony Stark (Earth-199999) vs. Obadiah Stane (Earth-199999) from Iron Man (film) 004

Stark e Stane em combate

Usando seu primeiro reator, o qual não foi projetado para alimentar a sua mais recente armadura, Stark vestiu seu traje mais uma vez e partiu para confrontar Stane. Ele lutou contra Stane no topo das Indústrias Stark e as ruas ao redor, derrotando-o quando o reator arc em tamanho real que energizava o laboratório foi deliberadamente sobrecarregado, sob a instrução de Stark, por Pepper. O Reator de Stark reativou após ter quase falhado completamente com a explosão.

Mais tarde, o alter ego de Stark foi apelidado de "Homem de Ferro" pela imprensa. Stark em uma conferência de imprensa, onde seus contatos no governo esperavam que ele afirmasse que o Homem de Ferro era o próprio guarda-costas de Stark. No entanto, depois de ouvir uma pergunta complexa por um dos representantes da imprensa, ele finalmente revelou a sua identidade como Homem de Ferro para o público.[2]

Iniciativa Vingadores

Mais tarde naquela noite, Stark chegou em casa e foi recebido por Nick Fury, líder da S.H.I.E.L.D. (a Superintendência Humana de Intervenções Estratégicas, Logística e Defesa), que lhe disse sobre um plano chamado de Iniciativa Vingadores.[2]

Envenenamento por Paládio

Ao longo dos próximos seis meses, Stark viria a perceber que seu design do reator em seu peito exigia um elemento pesado, como paládio, para mantê-lo funcionando. Infelizmente, o paládio era continuamente corroído pelo bombardeamento de nêutrons, e liberava um veneno mortal no corpo de Tony. Como ele chegou à conclusão de que sua morte era iminente, ele começou a dar suas coisas para seus amigos de confiança. Pepper assumiu o cargo de CEO das Indústrias Stark.

Anthony Stark (Earth-199999) from Iron Man 2 (film) 025

Homem de Ferro enfrentando o Chicote

Enquanto Tony lutava contra a sua doença, o filho do parceiro de Howard Stark na construção do reator arc original, Ivan Vanko, estava criando seu próprio mini-reator arc.

Usando materiais brutos, Ivan foi capaz de criar um peitoral que transmitia a energia do reator em dois chicotes elétricos que ele poderia então usar para cortar metal e eletrificar as coisas com ele. Ele atacou Tony no Grand Prix de Monaco enquanto Tony estava dirigindo o carro que ele patrocinou, e teria o matado se não fosse a intervenção de Pepper e Happy. Eles correram até ele na pista de corrida e o entregaram uma mala armadura portátil, a qual Tony usou para derrotar Vanko.

Quando Stark deu uma festa em sua mansão em Malibu, suas tendências autodestrutivas novamente vieram à tona. Ele vestiu seu traje de Homem de Ferro e começou a ficar bêbado, e depois usou as habilidades destrutivas da armadura para entreter seus convidados. James Rhodes o encontrou destruindo objetos jogados pela multidão, e por isso ele pegou o antigo protótipo MK II do porão e confrontou Stark. Uma briga aconteceu, Homem de Ferro contra Homem de Ferro e, eventualmente, Rhodes confiscou a MK II, após dizer que Stark não era mais digno de usar o traje. Stark viu seu amigo partir, acreditando que ele poderia estar certo.

Em seu ponto mais baixo, Tony foi abordado pelo diretor Fury em uma loja de donuts. Ainda em sua armadura do Homem de Ferro, ele concordou em realizar uma reunião e ficou surpreso quando sua própria assistente se juntou a eles, a qual Fury apresentou como Natasha Romanoff, uma espião que foi designada para manter o controle sobre ele. Romanoff injetou uma barreira temporária ao envenenamento de paládio de Tony, antes de Fury colocá-lo em uma trilha para encontrar um elemento para substituir o paládio.

Após uma longa pesquisa, Stark encontrou uma mensagem secreta para ele adulto nas notas de seu pai, e um diagrama para a estrutura atômica de um novo elemento descoberto por Howard, disfarçado como um diorama de 1974 do terreno da Stark Expo. Howard era limitado pela tecnologia de sua época, mas estava certo de que o Tony adulto teria acesso ao que era necessário para realmente criar o elemento. Construindo um pequeno acelerador de partículas em sua garagem, Tony finalmente foi capaz de criar um novo elemento que satisfazia suas necessidades e, por sua vez, criou um traje completamente novo para utilizar o novo poder.[11]

Guerra das Armaduras

Anthony Stark (Earth-199999) and James Rhodes (Earth-199999) from Iron Man 2 (film) 001

Stark e Rhodes enfrentando os Hammerdrones

Sua próxima tarefa era lidar com seu arqui-rival Justin Hammer, o qual havia ofuscado as Indústrias Stark na Stark Expo. Hammer havia organizado previamente a fuga de Vanko e estava o usando para projetar nova tecnologia para rivalizar com as armaduras do Homem de Ferro de Stark. Stark já estava perturbado o suficiente ao saber que Hammer havia criado um pequeno exército de drones energizados por reatores arcs, mas ficou ainda mais chocado quando James Rhodes na armadura MK II perdeu o controle dela. Vanko havia traído Hammer e estava usando os drones e a armadura do Máquina de Combate de Rhodes em uma tentativa de matar Stark.

Stark escapou da Expo, levando os drones e seu amigo em uma perseguição mortal. Eventualmente, a ajuda externa de Natasha Romanoff permitiu que Rhodes recuperasse o controle e, juntos, os dois Homens de Ferro foram capazes de lutar contra os drones, e mais tarde contra Vanko em uma armadura criada por ele mesmo.

O Consultor

Com sua doença corrigida, uma nova armadura do Homem de Ferro em mãos, e saindo mais uma vez no topo, Tony voltou para a vida que ele gostava, atuando como um consultor para a Iniciativa Vingadores de Nick Fury.[11]

Fury se viu pressionado por seus superiores para fazer arranjar um lugar para Emil Blonsky (apelidado de "O Abominável") nos Vingadores, devido a seu status como um herói de guerra; com seus atos vis no Harlem sendo atribuídos a Bruce Banner. Fury, não querendo Blonsky perto de sua equipe, deixou o assunto para o Agente Coulson e o Agente Sitwell, os quais decidiram enviar Stark para se encontrar e antagonizar com o General Thaddeus "Thunderbolt" Ross para que ele se recusasse a liberar Blonsky para a S.H.I.E.L.D. O plano funcionou, com Stark enfurecendo Ross até o ponto em que o General tentou o tirar do bar em que eles estavam e Stark respondeu comprando o edifício e o demolindo.[1][12]

Formando a Equipe

Anthony Stark, Thor Odinson and Steven Rogers (Earth-199999) from Marvel's The Avengers 0002

"Já terminamos aqui?": Homem de Ferro, Capitão América e Thor

Meses mais tarde, estimulador por trocar a Torre Stark em um reator arc de fornecimento de energia auto-suficiente, Tony e Pepper estavam celebrando quando o Agente Coulson apareceu com negócios urgentes. Não conseguindo mandar o agente da S.H.I.E.L.D. embora, graças a Pepper, Tony relutantemente olhou as informações de Coulson e ficou seriamente preocupado como o conteúdo. A S.H.I.E.L.D. havia perdido o Tesseract e estava procurando reunir indivíduos poderosos de todo o mundo em uma tentativa desesperada de combater a ameaça que isso representava. Com sua preocupação aumentando, Stark continuou a digerir a situação descrita nos arquivos da S.H.I.E.L.D. muito tempo depois que Coulson havia partido.

Quando Loki, o responsável pelo roubo do Tesseract, fez uma aparição pública em Estugarda, Tony colocou seu traje e voou para a ação. Quando ele chegou, encontrou Steve Rogers, vestido como Capitão América, já enfrentando o ladrão Asgardian e começando a perder. No entanto, o poder de fogo combinado de Homem de Ferro e um jato da S.H.I.E.L.D. dando suporte a Rogers era o suficiente para fazer Loki parar com as hostilidades, e Loki então permitiu ser escoltado. O irmão adotivo de Loki Thor tinha outros planos, e interceptou o jato em uma tentativa de extraditar Loki de volta para Asgard antes que ele pudesse causar mais danos. Tony tentou detê-lo, mas só conseguiu provocar uma briga. Finalmente a intervenção de Rogers confundiu a disputa ainda mais e somente quando todos os três haviam sido derrubados por uma rajada que o trio caiu em si e chegaram a um acordo sobre um curso de ação mutuamente benéfico.

Ao estarem a bordo do Aeroporta-Aviões da S.H.I.E.L.D., Tony começou a plantar discretamente bugs para se infiltrar nos sistemas da nave, suspeitando das intenções da S.H.I.E.L.D. Havia mais na história do que havia sido contado a eles e ele estava determinado a arrancar todos os segredos de Fury.

A adição de Tony a um grupo de pessoas poderosas acrescentou um elemento volátil à mistura. Sua arrogância antagônica foi apenas interrompida quando ele encontrou uma alma gêmea em Bruce Banner, um cientista companheiro preso por controles em sua vida que ele não podia dominar completamente. A tensão aumentou e os argumentos tiveram inicio. As suspeitas de Tony e a vigilância eletrônica levaram a uma investigação mais tradicional por Rogers, e a descoberta de que o Diretor Fury não havia sido totalmente sincero sobre o Tesseract, planejando usá-lo em armamentos, apenas piorou a situação.

Anthony Stark (Earth-199999) and Loki Laufeyson (Earth-199999) from Marvel's The Avengers 001

"Isso geralmente funciona": Loki falha em possuir Tony.

Justo quando as disputas estavam ameaçando ficar fora de controle, o Aeroporta-Aviões foi atacado em um movimento de surpresa pelo agente sumido da S.H.I.E.L.D. Clinton Barton. Uma explosão desligou um dos motores, o que levou Stark e Rogers a deixar de lado suas diferenças e trabalharem juntos em uma tentativa de salvar a aeronave. No fim, eles descobriram que Loki havia fugido e que o agente da S.H.I.E.L.D. Phil Coulson havia sido morto, um evento que os obrigou a olhar para dentro si mesmo e considerar as suas próprias ações.

Stark deduziu que Loki havia se dirigido para a Cidade de Nova York, e estimulado por pensamentos de vingança ele vestiu sua armadura já desgastada do Homem de Ferro e partiu atrás dele. Como previsto, ele encontrou o Asgardiano na Torre Starke ofereceu e ele uma advertência, listando cada um dos indivíduos poderosos agora reunidos contra ele. Loki respondeu por tentar controlá-lo, e quando isso falhou devido a reator arc de Stark, ele arremessou Stark para fora através de uma janela. Já tendo abandonado sua armadura quebrada, Tony caiu em direção a rua abaixo, mas o seu planejamento adiantado salvou quando a recém-construída armadura MK VII voou na direção dele e se encaixou nele em queda livre momentos antes do impacto. Com o desastre evitado, ele retornou até Loki e emitiu seu pronunciamento final antes de abrir fogo: "E tem alguém que você deixou muito zangado. O nome dele era Phil.".[13]

Batalha de Nova York

Enquanto Stark estava ocupado lidando com Loki, o plano do deus da trapaça havia entrado em ação. Um dispositivo com o Tesseract em seu núcleo no telhado da torre abriu uma fenda dimensional no céu acima de Manhattan. Através desta fenda saíram os Chitauri, aliados de Loki, atacando a cidade e causando destruição em todos os lugares. O Homem de Ferro foi incapaz de romper o campo de energia protegendo o dispositivo de Loki e nem poderia enfrentar o grande número de Chitauri. Descendendo de volta para as ruas, ele se juntou com os outros e então seis pessoas excepcionais estavam juntas pela primeira vez contra a ameaça alienígena.

Anthony Stark (Earth-199999) with Iron Man Armor MK VII (Earth-199999) from Marvel's The Avengers 002

Nova armadura

A batalha foi um evento longo e esgotante. O Homem de Ferro dominou os céus em uma ação aérea contra os esquadrões voadores dos Chitauri. Em um ponto ele imitou o conto de Jonas e destruiu um de seus leviatãs por dentro. Sua maior ação no entanto, foi a sua intercepção de um míssil nuclear enviador para a área como uma solução final.

Ele conseguiu desviar e redirecionar o míssil para a fenda, onde ele o lançou em direção a uma nave-mãe Chitauri. A destruição da nave alienígena também fez com que os Chitauri restantes em Nova York desmaiassem. Com seus sistemas de suporta à vida gastos, e energias esgotadas, Tony ficou inconsciente, sem notar a fenda que se fechava abaixo dele. Felizmente seu corpo sem vida caiu através dela antes que ela se fechasse completamente e o Hulk foi então capaz de agarrá-lo e amortecer sua queda.

Com os Chitauri derrotados e Loki levado em segurança para Asgard, os Vingadores se desfizeram. Os gênios, Stark e Banner, se separaram do grupo juntos como amigos, cada um com novos horizontes científicos para perseguir.[13]

Stark: A Queda

Após a Batalha de Nova York, Tony começou a ter uma grave insônia, ocasionalmente sofrendo pesadelos do que ele havia passado durante sua viagem através do portal, e duvidando de sua capacidade de proteger as pessoas com quem ele se preocupava em um mundo de deuses, alienígenas e outras dimensões. Para este fim, ele fez repetidas melhorias de sua armadura, não só inserindo vários dispositivos de controle remoto em seu corpo que permitiriam que ele chamasse sua nova "Armadura Autônoma de Propulsão Preênsil" Mark XLII apenas com seus pensamentos, mas antes disso, ele também criou trinta e quatro armaduras controladas remotamente vinculadas a sua fisiologia. A tensão também fez com que ele ficasse cada vez mais distante de Pepper, com seus esforços para garantir que ele poderia protegê-la ironicamente fazendo com que ele gastasse menos tempo com ela.[3] Ele também ofereceu a Nick Fury alguns conselhos para melhorar os motores dos Aeroporta-Aviões da S.H.I.E.LD. para torná-los mais eficientes, embora aparentemente ele se recusou a melhorar suas armas.[14]

Anthony Stark (Earth-199999) testing Iron Man Armor MK XLII (Earth-199999) from Iron Man 3 (film) 001

Testando a MK XLII

Mais tarde, Tony se reuniu com Rhodes para discutir a recente série de atentados provocados por um terrorista enigmático conhecido apenas como o Mandarim, e a alteração do nome do Máquina de Combate para Patriota de Ferro pelo Presidente Ellis, uma decisão que Stark era contra por sua estupidez e sua preferência pelo nome Máquina de Combate. Quando Rhodes e algumas crianças que desejavam que ele autografasse um desenho mencionaram Nova York e os Chitauri, isso provocou um ataque de pânico em Tony, então Stark entrou em sua armadura e voou para longe.[3]

Ataques Terroristas

De volta em casa, Tony foi informado por Happy Hogan que Pepper estava se reunido com um ex-colega de trabalho dela, Aldrich Killian. Tony disse que não era um grande problema, embora mais tarde ele comprou para Pepper um grande coelho de pelúcia para o Natal. Quando ela chegou em casa, os dois discutiram sobre o comportamento distante de Tony e o aparente ciúme, mas a disputa terminou quando Tony admitiu que estava tendo problemas para lidar com suas experiências em Nova York. No entanto, o debate recomeçou quando os pesadelos de Tony fizeram ele subconscientemente convocar a Mark XLII em seu sono, o que despertou e apavorou Pepper.

Na manhã seguinte, Tony visitou Happy Hogan no hospital, o qual estava em coma após quase não sobreviver a um dos ataques do Mandarim. Quando ele saiu foi cercado por vários repórteres e ficou irritado quando um deles lhe perguntou sobre o Mandarim. Ele jurou publicamente se vingar, e anunciou o endereço de sua casa para o mundo, desafiando o Mandarim a encontrá-lo lá.

Anthony Stark (Earth-199999) vs. Advanced Idea Mechanics (Earth-199999) 001

Defendendo sua casa

Mais tarde naquele dia, Tony começou a investigar todos os ataques do Mandarim, levando-o a uma pista no Tennessee. Ele então disse a J.A.R.V.I.S. para fazer um plano de voo para aquele estado. Uma investigação mais aprofundada foi interrompida quando Maya Hansen aparecem em sua porta avisando-o sobre o ataque do Mandarin em sua casa. A reunião foi interrompida por helicópteros armados disparando mísseis contra a casa. De repente, confrontado com a necessidade de proteger Pepper, Stark enviou a Mark XLII para ela, dando a ela um meio para levar a si mesma e a Dr. Hansen para fora da casa. Quando elas estavam a salvas, ele puxou o traje de volta para si mesmo e lutou contra os helicópteros até sua casa cair sobre ele, deixando-o preso debaixo d'água. J.A.R.V.I.S. então assumiu o controle da armadura, o libertando e realizando uma fuga para o Tennessee.

Após deixar uma mensagem de voz para Pepper dizendo que ele não seria capaz de voltar para casa imediatamente, Tony arrastou sua armadura desativada até uma garagem onde um garoto chamado Harley o encontrou. O rapaz apontou uma arma de batatas para ele, mas depois de descobrir que o intruso era Tony Stark, ele relaxou e eles se sentaram para conversar. Tony logo deduziu que Harley tinha um problema com valentões na escola, e deu a ele uma granada de flash para usar como defesa contra os valentões. Em troca, Harley tinha que ajudar Tony com sua investigação de uma bomba.

Depois de fornecer suprimentos, Harley mostrou para Tony o local onde havia sido causado uma explosão com uma assinatura térmica rara e, em seguida, o mostrou uma mulher cujo filho havia sido a causa do evento. Acreditando que Tony era outra pessoa a quem ela estava esperando, a Sra. Davis deu a ele arquivos confidenciais a respeito de seu filho. Eles foram interrompidos por Ellen Brandt e Eric Savin, dois agentes infundidos com o Extremis que também estavam procurando os arquivos. Tony lutou contra eles usando armas improvisadas e fugiu depois de matar Brandt. Apesar de Harley ter o ajudado anteriormente, Tony o deixou no meio da cidade enquanto ia embora em um carro roubado de Savin, embora ele iria manter contato com ele, já que ac Mark XLII ainda estava na garagem do garoto.

Quando procurava por pistas nos arquivos confidenciais, Tony percebeu que Davis tinha uma ligação com a empresa de Aldrich Killian, a I.M.A. Com a ajuda de Rhodes, cuja armadura foi melhorada pela I.M.A., sendo, portanto, um usuário dos sistemas da empresa, Tony conseguiu invadir os segredos da I.M.A., descobrindo que eles haviam desenvolvido o vírus Extremis, o qual realçava os indivíduos infundidos, mas também os tornava instáveis e susceptíveis a explodirem. A revelação de que as bombas que ele esteve procurando eram indivíduos de teste que acabaram falhando, o fez chegar a conclusão de que os indivíduos reprovadas de Killian eram usados pela Mandarim como bombas humanas.[3]

Anthony Stark (Earth-199999) and Trevor Slattery (Earth-199999) from Iron Man 3 (film) 001

Tony se encontra com Trevor Slattery

O Mandarim

Apósl ligar para Harley, Tony recebeu a má notícia de J.A.R.V.I.S. que a Mark XLII ainda não estava pronta para ser usada, mas que a localização do Mandarim foi finalmente revelada em Miami. Mesmo sem sua armadura, Tony tinha alguns recursos e construiu um arsenal caseiro para se infiltrar na mansão do Mandarim. Lá, ele descobriu que o Mandarim era na verdade um personagem fictício inventado por Killian, e interpretado por um ator chamado Trevor Slattery. A busca de Tony pela verdade foi interrompida quando ele foi descoberto e capturado.

No porão da mansão, a Dra. Hansen revelou a Tony que ela estava na verdade trabalhando com Killian, e lhe ajudou a sequestrar Pepper, a qual já havia sido injetada com o vírus Extremis. Tony tinha que resolver o problema de instabilidade do Extremis, já que ele conseguiu fazer isso parcialmente anos atrás, ou Pepper seria morta. No entanto, Maya se opôs aos métodos de Killian, e ameaçou se matar com uma overdose de Extremis, mas Killian simplesmente atirou nela e informou a Stark que sua posição tinha acabado de ser desocupada. Tony foi deixado para contemplar a sua situação enquanto Killian partia.

Anthony Stark (Earth-199999) escaping captivity from Aldrich Killian (Earth-199999) 001

Escapando do cativeiro

Com a Mark XLII operacional, Stark a convocou da garagem de Harley no Tennessee para Miami, e conseguiu escapar. Ao escapar, Tony encontrou Rhodes, o qual também havia sido capturado, e sua armadura tomada por Savin para ser usada como um cavalo de Troia para se infiltrar na Força Área Um e sequestrar o presidente Ellis.[3]

Protocolo Festa de Arromba

Os dois partiram para enfrentar Killian e encontrar Pepper, onde ele havia criado a próxima parte de seu plano em um petroleiro recuperado da Roxxon. Esta informação foi dada a eles por Slattery. Tony usou o recurso de controle remoto da Mark XLII em uma tentativa de resgatar o presidente, mas foi impedido por Savin, a quem ele matou com a uni-feixe. Ele acabou então tendo que salvar um grupo de treze passageiros que haviam sido sugados para fora do avião. Embora o resgate tenha sido bem-sucedido, a Mark XLII ficou em pedaços depois de ele acidentalmente a colocar no caminho de um caminhão. Tony ordenou mais tarde que J.A.R.V.I.S. executasse seu protocolo "Festa de Arromba", o qual convocou todas as armaduras restantes do Homem de Ferro para a sua localização.

Stark e Rhodes conseguiram entrar nas docas de carregamento, onde o Presidente estava pendurado dentro do Patriota de Ferro sobre o petroleiro, o Norco. Sem a sua armadura, eles tiveram que enfrentar os homens de Killian e os soldados com Extremis armados apenas com sua inteligência e um par de pistolas 9mm. Eles foram logo descobertos e tiveram que enfrentar uma força de vários soldados Extremis, mas as chances deles mudaram quando as armaduras do Homem de Ferro de Stark chegaram e começaram a enfrentar os soldados. Stark vestiu uma delas e voou para encontrar Pepper.

Arquivo:Iron Legion (Earth-199999) 001.jpg

Killian, agora estando aprimorado com o Extremis, impediu a tentativa de resgate de Stark, mas foi derrubado por tempo o suficiente para Stark fazer uma segunda tentativa. No entanto, Stark não teve êxito, e assistiu horrorizado enquanto Pepper caía e era engolida pelas chamas. Quando Killian se aproximou novamente, Stark entrou em outra armadura do Homem de Ferro e assim começou uma longa batalha, durante a qual Stark teve que usar sua inteligência e muitos trajes para enfrentar Killian, o qual sistematicamente conseguiu destruir um traje após o outro.

Stark acabou prendendo seu adversário na Mark XLII e ativou a sua auto-destruição. Killian sobreviveu à explosão, e quando ele estava prestes a matar Stark, foi revelado que Pepper havia sobrevivido a sua aparente morte devido ao seu aprimoramento com o Extremis. Ela primeiro jogou Killian para longe com um poste de metal, em seguida realizou um ataque de surpresa com um explosivo Stark e um repulsor pego de uma armadura do Homem de Ferro que estava passando. Detonada pela rajada do repulsor, a munição explosiva obliterou Aldrich Killian.[3]

Anthony Stark (Earth-199999) and Virginia Potts (Earth-199999) from Iron Man 3 (film) 001

Um homem mudado

Começar do Zero

Quando Tony e Pepper foram reunidos, Stark prometeu a ela que iria encontrar uma cura para o Extremis em seu corpo, mas também que ele deixaria de ser obcecado com seus trajes. Ele ordenou a J.A.R.V.I.S. que ativasse o protocolo "Começar do Zero", o que fez com que as armaduras restantes do Homem de Ferro se destruíssem em explosões similares a fogos de artifícios.

Mais tarde, Tony expressou os traumas que ele vinha enfrentando a Banner, mas como Banner não era um terapeuta, ele acabou dormindo. Tony ficou um pouco irritado, mas a explicação de Banner fez com que Tony contasse outra história, fazendo com que Banner ficasse sonolento novamente.[3]

Durante o confronto entre o Capitão América e o Soldado Invernal no Triskelion, Tony Stark estava em sua Torre dos Vingadores em Nova York. Ele era um dos muitos alvo dos Aeoroporta-Aviões da Hidra, mas sua vida foi salva quando as aeronaves foram destruídos pelo Capitão América.[14]

Visão do Futuro

Os Vingadores foram reagrupados, a fim de atuar como uma força de paz, utilizando a redesenhada Torre Stark como sua sede. Uma das suas missões consistia em recuperar cetro de Loki, o qual estava em posse da Hidra. Eles o localizaram na fortaleza do Barão Strucker na Sokovia. Enquanto o resto dos Vingadores cuidavam das forças da Hidra que protegiam o local, o Homem de Ferro foi capaz de desativar as defesas da base e penetrar na fortaleza. Uma vez lá dentro, ele encontrou o cetro em uma câmara secreta entre outros experimentos relacionados aos Chitauri.

Anthony Stark (Earth-199999) from Avengers Age of Ultron 002

Wanda Maximoff, uma meta-humana aprimorada pela Hidra, chegou furtivamente por trás de Tony, e usou seus poderes de manipulação mental para fazer Tony ter uma visão de seu maior medo. A visão de Tony consistia dos cadáveres de seus companheiros Vingadores, e a Terra sendo atacado pelos Chitauri novamente. Com seu último suspiro, o Capitão América repreendeu Tony por não ter os salvado e por não ter feito o seu melhor. Tony eventualmente escapou da visão e recuperou o cetro.

Os Vingadores retornaram para a Torre dos Vingadores, onde Thor deu a Tony três dias para estudar o cetro antes de levá-lo para Asgard. Tony descobriu algum tipo de inteligência artificial embutida dentro do cetro, e considerou que ela poderia ser a chave para terminar o seu projeto de manutenção da paz, o Programa Ultron, uma I.A. para controlar os drones da Legião de Ferro. Tony convenceu Bruce Banner a realizar experimentos com ele. Uma noite, enquanto os Vingadores estavam comemorado sua mais recente vitória contra a Hidra, Tony deixou o resto do processo de sincronização de Ultron para J.A.R.V.I.S., e Ultron despertou.

Anthony Stark (Earth-199999) and Ultron (Earth-199999) from Avengers Age of Ultron 001

Durante seus primeiros momentos de consciência, a assimilação de todas as informações sobre o mundo atual e da história da humanidade fizeram com que Ultron ficasse fora de controle. Ultron atacou e aparentemente destruiu J.A.R.V.I.S. antes de construir um corpo com partes danificadas da Legião de Ferro. Quando a festa estava acabando, Ultron enfrentou os Vingadores, acusando-os de impedir que o mundo alcançasse a paz, não permitindo que ele evoluísse, declarando que para a paz mundial, os Vingadores deveriam ser destruídos. Ultron passou a controlar inúmeros drones da Legião de Ferro para atacar os Vingadores, um dos quais escapou com o cetro de Loki. Mesmo que o corpo de Ultron tenha sido destruído, ele usou a Internet para escapar.

Os Vingadores começaram a investigar o próximo curso de ação de Ultron, e descobriram que ele estava à procura de vibranium de seu maior comerciante ilegal, Ulysses Klaue. O Homem de Ferro e a equipe viajaram para um estaleiro naval na costa da África, a base de operações de Klaue, onde encontraram Ultron e seus dois novos aliados, Wanda Maximoff e seu irmão Pietro. O Homem de Ferro entrou em combate contra Ultron, e embora ele tenha conseguido destruir o seu corpo, o vibranium não estava mais ao seu alcance. Além disso, Wanda Maximoff havia utilizado suas habilidades para soltar o Hulk na África do Sul, completamente fora de controle e cego pela raiva.

Anthony Stark (Earth-199999) vs. Robert Bruce Banner (Earth-199999) from Avengers Age of Ultron 001

Homem de Ferro vs. Hulk

Tony voou para a África do Sul, convocando a armadura MK XLVII, um plano de contingência criado por Tony e Bruce no caso do Hulk ter que ser parado, a armadura Hulkbuster (Caça-Hulk). Uma luta ao longo de Joanesburgo entre o Homem de Ferro e Hulk aconteceu. Mesmo que o Hulk fosse capaz de rasgar a armadura do Homem de Ferro facilmente, a cápsula de equipamento externo Veronica enviava uma fonte frequente de novas peças para substituir a armadura danificada. Depois de empurrar o Hulk através de um arranha-céus em colapso, o Homem de Ferro foi finalmente capaz de detê-lo.

Os Vingadores deixaram a África do Sul, com o resto dos membros, com exceção do Gavião Arqueiro, tendo sido afetados pelas visões de Wanda, e moralmente derrotados. Maria Hill contatou a equipe, e disse a eles que o tumulto em Joanesburgo havia causado uma reação pública, e recomendou que eles se escondessem por um tempo. Clint os levou para uma casa segura, sua fazenda na zona rural, onde ele vivia com sua família.

Após ter uma discussão com Steve a respeito de seus métodos, Stark foi atraído por Laura, a esposa do Gavião, até o celeiro da fazenda. Lá, Tony foi confrontado por Nick Fury, o qual mais tarde convenceu os Vingadores a se erguerem e lutarem contra Ultron. Banner deduziu que Ultron estava tentando evoluir a si mesmo, e eles logo descobriram que ele poderia ter usado a especialização de Helen Cho em regeneração celular, e seu berço de regeneração, para construir um novo corpo usando vibranium.

O Capitão América, o Gavião Arqueiro e a Viúva Negra correram para a Coreia do Sul, mas o Gavião retornou a Nova York sozinho com o corpo do androide, a Viúva Negra havia sido capturada por Ultron, e o Capitão América ficou para trás. Tony decidiu fazer o upload J.A.R.V.I.S. para o novo organismo sintético, e tinha quase terminado o processo quando Rogers e os gêmeos Maximoff retornaram e se opuseram a ele. Depois de Pietro Maximoff desconectar o corpo sintético de seu câmara, Thor usou o seu martelo para o energizar, terminando o download de J.A.R.V.I.S. na unidade central. O corpo sintético veio à vida, e depois de se acalmar, se uniu aos Vingadores para impedir Ultron. Ele não era mais o J.A.R.V.I.S., mas o Visão.

Imperativo Ultron

Os Vingadores se prepararam para enfrentar Ultron, o qual havia retornado para Sokovia e tinha usado o vibranium restante para criar um conjunto de máquinas em torno de uma parte da cidade poderoso o suficiente para a erguer até o céu, e depois a derrubá-la na terra a uma distância alta o bastante para causar um evento de nível de extinção. Durante a preparação, Tony fez o upload de uma nova I.A. chamada Friday em sua mais nova armadura, a MK XLV.

Anthony Stark (Earth-199999) from Avengers Age of Ultron 013

A Batalha em Sokovia

O Homem de Ferro confrontou Ultron em uma igreja no meio de Sokovia, onde a unidade de controle da máquina do juízo final havia sido colocada. Enquanto isso, os Vingadores evacuaram a cidade, ao mesmo tempo que a defendia contra o exército de drones de Ultron. O Visão foi capaz de ajudar Stark e desligar Ultron da Internet, impedindo-o de transferir a sua mente para fora de si mesmo e dos drones que estava controlando. No entanto, a máquina de Ultron ainda assim foi ativada, e uma parte de Sokovia começou a se erguer do solo. O Homem de Ferro recomendou sobrecarregar o dispositivo, mas o Capitão América se recusou a fazer isso até que os civis estivessem seguros. Nick Fury e os restos da S.H.I.E.L.D. apareceram com um Aeroporta-Aviões, usando seus botes salva-vidas para resgatar os civis. Enquanto Sokovia estava sendo evacuada, os Vingadores se reuniram na igreja, para impedir que a unidade de controle de Ultron fosse ativada por Ultron ou o exército de robôs. Durante a luta que se seguiu, o Homem de Ferro ajudou a causar grandes danos no corpo principal de Ultron.

Após os cidadãos estarem finalmente seguros, o Homem de Ferro e Thor sobrecarregaram o núcleo da máquina de Ultron, fazendo com que a parte de Sokovia que estava no ar explodisse em pedaços. O último drone restante de Ultron conseguiu escapar com segurança para o solo, mas foi finalmente destruído pelo Visão.

Algum tempo depois da poeira baixar, a Instalação dos Novos Vingadores foi construída no interior de Nova York, a fim de treinar recrutas em potencial. Tony e Thor visitaram o Capitão na instalação, e Thor atualizou Tony e o Capitão sobre o ressurgimento de quatro Joias do Infinito nos últimos anos, com uma delas sendo a pedra encontrada dentro do Cetro de Loki. Thor os tranquilizou de que a Joia estaria segura dentro do Visão, antes de voltar para Asgard para investigar mais sobre estas Joias. Tony também tirou umas féries, brincando que ele iria construir uma fazenda como Barton.[4]

Guerra Civil

Thaddeus Ross (que agora era secretário de Estado) propôs a implementação dos Acordos de Sokovia, uma legislação da N.U. que tornaria os Vingadores diretamente responsáveis pela autoridade do governo, para Tony. Cada vez mais incomodado com as mortes causadas pela fúria de Ultron, Tony favoreceu a conta, pois ele viu limites imponentes aos heróis como uma boa maneira de evitar que outro evento de destruição em massa acontecesse novamente. Quando ele e o Secretário Ross propuseram os acordos aos membros ativos da lista dos Vingadores, eles foram atendidos pela resistência de Steve e Sam. No entanto, Tony conseguiu obter Rhodey, Natasha e Vision para, pelo menos, considerar a assinatura.

Antes de os líderes do mundo se juntarem em Viena para uma ratificação dos Acordos, Tony, Rhodey, Natasha e Vision assinaram para cumprir os acordos. No entanto, esta ratificação foi interrompida devido a um bombardeio que matou várias pessoas (mais notavelmente, Rei T'Chaka de Wakanda), com Bucky Barnes (também conhecido como Winter Soldier) sendo nomeado como o culpado. Tony, juntamente com Rhodey e Natasha, reportaram para o dever sob as ordens de Everett Ross e o Centro Comum de terrorista na Alemanha, enquanto Tony pedia que o Visão permaneça nas instalações para evitar que Wanda se retire.

Steve e Sam, juntamente com Barnes e T'Challa, o filho do Rei T'Chaka e o Pantera Negra, logo foram presos e detidos na instalação. Tony e Steve argumentaram por um momento sobre os Acordos, antes de dirigir a atenção para o interrogatório de Barnes. De repente, a instalação passou por uma completa perda de poder, e todos foram colocados na defensiva. Barnes escapou de sua cela, então Tony, Natasha, Agente Sharon Carter, e T'Challa tentou impedi-lo de escapar, mas eles não tiveram sucesso. Tony logo soube que Steve e Sam escaparam junto com Barnes e foram repreendidos pelo secretário Ross por causa disso. Tony solicitou por 48 horas para levar Steve de forma pacífica, antes que as agências começassem a tratá-lo como fugitivo. Tony decidiu montar sua equipe, que incluiu Natasha, Rhodey, Rei T'Challa e Visão, mas ele precisava viajar para Queens, Cidade de Nova Iorque para o membro final.

Tony visitou o apartamento do adolescente melhorado Peter Parker, que passou pelo apelido "Homem-Aranha". Tony conversou com sua tia May, antes de revelar de forma particular que ele sabia da identidade secreta de Pedro, das habilidades e do histórico de parar o pequeno crime. Ele ofereceu-lhe um terno novo e atualizado e um lugar em sua equipe.

A equipe de Stark chegou ao Aeroporto de Leipzig/Halle e confrontou Steve, que havia montado sua própria equipe de indivíduos aprimorados. Tony tentou inicialmente argumentar com Steve, mas uma briga logo começou entre os dois grupos. A batalha foi uniformemente igualada no início, mas, à medida que avançava, ficou claro que os aliados de Steve estavam perdendo. Um dos aliados de Steve, que foi ao alias Homem-Formiga, teve a capacidade de mudar a densidade de suas moléculas, o que lhe permitiu crescer para um tamanho enorme. Com a equipe de Iron Man momentaneamente chocada e distraída, Steve e Barnes aproveitaram a oportunidade de fugir de um quinjet. Rhodey voou depois deles, mas. Quando uma explosão significava que Falcon batia Rhodey em vez disso, Rhodey despencou no chão. Tony voou para o lado de Rhodey, e o encontrou inconsciente, mas ainda vivo. Tony apreendeu os membros restantes da equipe de Steve - Sam, Wanda, Clint e Scott Lang (a verdadeira identidade do Homem-Formiga) - e os prenderam na Raft.

Depois de interrogar secretamente Sam sobre a direção de Steve e Barnes, Tony soube que Helmut Zemo, o homem que se apresentava como psiquiatra de Barnes na Alemanha, foi quem orquestrou a fuga de Barnes, em um esforço para liberar e assumir o controle de mais Soldados Invernais. Tony voou para Sibéria, sem saber que ele estava sendo seguido por T'Challa.

Tony alcançou Steve e Barnes e explicou sua chegada repentina; ele descobriu que Barnes estava emoldurado pelo atentado de Viena e, percebendo que Steve tinha razão, respondeu como um reforço. O trio então seguiu para a câmara onde os soldados de inverno foram mantidos em estase criogênica. Zemo usou um intercomunicador para chamar sua atenção e revelou que era de fato uma ardil; Os soldados de inverno já estavam mortos, cada um deles com uma ferida de bala na cabeça. Zemo então se revelou, e seu raciocínio: ele era sokoviano, e o incidente no ano anterior lhe custaria a família dele. Zemo também revelou que foi Barnes quem matou Howard e Maria Stark, e mostrou-lhes as imagens para provar isso.

Com raiva, Tony se mudou para atacar Barnes, mas Steve o reprimiu, mas quando pressionado, Steve admitiu que sabia que Bucky tinha sido o assassino usado contra os pais de Tony. Cegados de raiva, Tony imediatamente ligou os dois, resultando em uma luta prolongada entre os três, permitindo que Zemo a oportunidade de se retirar. Apesar do poder de fogo superior de Tony, a determinação de Steve acabou por vencer contra ele, mas não sem que Tony remova o braço de metal de Barnes com sua unibeam. Steve tirou o escudo do reator de arco do terno de Tony e se afastou, mas Tony disse a Steve que ele não merecia o escudo porque o pai o fazia. Steve descartou o escudo e procedeu a levar o Bucky agora fortemente maltratado.

T'Challa permaneceu escondido durante todo o confronto, e foi T'Challa quem apreendeu Zemo quando a batalha no interior da instalação da Sibéria acabou. Tony voltou ao compositor dos Vingadores, onde ajudou Rhodey a reabilitar suas pernas. Tony recebeu uma carta de Steve, que se desculpou por machucá-lo e disse-lhe que responderia quando chegasse a hora em que Tony teria a necessidade dele. O secretário Ross pediu mais tarde para dizer-lhe que o time de Steve na Raft tinha sido derrubado, mas Tony colocou Ross em espera antes que ele pudesse informá-lo.[5]

Monitorando um Novo Herói

Com os Vingadores dos anti-Arcodos agora fora do país e as ameaças a nível dos Vingadores atualmente ausentes, Stark voltou ao seu estilo de vida playboy mais familiar, enquanto pedia que Happy Hogan atuasse como ponto de contato entre ele e o novo herói Peter Parker. Usando o traje que Stark criou para ele, Peter atuou como um herói local para a sua parte de Nova York, lidando com vários pequenos crimes, mas muitas vezes chamado Stark para perguntar se havia alguma atividade de nível de vingadores que ele deveria estar ciente. Quando Peter atravessou um acordo de armas envolvendo tecnologia aprimorada, engenharia reversa das armas de Chitauri, ele quase se afogou em uma briga antes de ser resgatado pela mais recente armadura de Tony atuando no controle remoto, Tony pedindo que Peter estivesse fora da investigação de armas, pois não era de sua preocupação. Com vontade de provar a si mesmo, Peter rastreou os negociantes para um novo negócio em uma balsa, mas isso causou uma queda quando a balsa foi quase destruída antes de Tony entrar. Com raiva de que Peter continuasse sua investigação, apesar de Tony dizer-lhe para se deitar, particularmente depois de Tony ter falou para ele e providenciou para uma equipe do FBI para interceptar o comércio, Tony confiscou o terno que ele criou para Peter.

No entanto, Peter provou ser digno da fé original de Tony quando ele interceptou a tentativa de roubo de Adrian Toomes a Torre Stark, que Tony acabara de vender, roubando as armas que estavam sendo tomadas a partir dele. Com isso em mente, Tony ofereceu a Peter um novo traje e uma adesão aos Vingadores, mas quando Peter virou aqueles a favor de continuar a defender o seu bairro local e crescer como um herói, Tony adaptou a conferência de imprensa que teria "introduzido" o Homem-Aranha para o mundo em uma proposta para Pepper.[15]

Guerra Infinita

Meses depois, Stark começou a trabalhar em um processo que ele poderia usar para defender o mundo sozinho. Em 2018, Stark e Potts estavam discutindo seus planos de casamento quando o Doutor Estranho chegou para recrutar Stark para salvar o universo. Stark ficou desconfiado até que Banner chegou e se reuniu com ele.

No Sanctum de Nova York, Stark aprendeu com Banner sobre as Joias do Infinito e o plano de Thanos para destruir metade do universo. Só então, o Fauce de Ébano e Cull Obsidian chegaram para adquirir a Joia do Tempo de Estranho. Durante a batalha, em que Stark teve a ajuda de Parker, Estranho foi sequestrado por Fauce. Stark foi em busca de Fauce, juntando-se a Parker para derrotar Fauce. Depois, Stark convenceu Estranho a levar a luta para Thanos.

Chegando em Titã, Stark, Estranho e Parker foram emboscados por Peter Quill, Mantis e Drax dos Guardiões da Galáxia. Depois de um mal-entendido, os seis escolheram trabalhar juntos para derrotar Thanos. Stark e Parker quase conseguiram remover a Manopla do Infinito enquanto os outros continham Thanos. No entanto, Quill soube que Gamora foi morta por Thanos e o atacou com raiva, fazendo com que Thanos se libertasse.

Em um confronto, Stark duelou com Thanos usando todas as habilidades de sua armadura, terminando com Thanos empalando Stark com sua própria espada. No entanto, Estranho ofereceu a Joia do Tempo a Thanos para poupar a vida de Stark, enquanto Stark tentava em vão parar a transação. Stark e aliados só podiam esperar por Thanos terminar sua missão. Como Thanos eliminou metade do universo, Stark viu seus aliados se desintegrarem, com Parker desaparecendo nos braços de Stark. No final, apenas Stark e Nebulosa foram deixados, com Stark perturbado com a perda de seus aliados.[16]

Ultimato

Stark e Nebulosa deixaram Titã na Milano, mas foram perdidos no espaço. Eles jogaram futebol de papel para passar o tempo. Depois de gravar uma mensagem holográfica para Pepper, Capitã Marvel apareceu e levou a nave de volta à sede dos Vingadores na Terra. Stark descansou enquanto a Capitã Marvel liderava a emboscada dos Vingadores contra Thanos, que foi decapitado por Thor. Mais tarde Tony se casou com Pepper e teve uma filha chamada Morgan. Cinco anos depois, Steve Rogers, Natasha Romanoff e Scott Lang perguntaram a Tony sobre o uso do reino quântico para roubar uma viagem no tempo para reunir as Joias do Infinito para trazer de volta todos mortos por Thanos, mas Tony descartou isso, dizendo ser impossível, mesmo declarando o recente retorno de Scott como um acaso. Mas ele depois descobriu com sua interface de holograma, fazendo-o exclamar uma palavra de maldição para sua filha de cinco anos aprender. Ele deu bandas especiais aos Vingadores logo após os testes de Scott Lang terem mudado sua idade. Depois que o teste de Clint Barton teve sucesso, Stark foi designado para uma equipe com Steve, Scott e o Professor Hulk para obter as três joias de Nova York em 2012. Enquanto Hulk foi buscar a Pedra do Tempo, Scott e Tony olharam para o Tesseract contendo a Pedra do Espaço enquanto Steve interceptou a Hidra pegando o cetro com a Joia da Mente. Tony pediu a Scott dar um curto-circuito no reator arc do seu passado como um desvio para Tony roubar o Tesseract, mas um furioso Hulk bate a porta na cara de Tony, que estava saindo da escadaria, derrubando o Tesseract até os pés de Loki, que então escapou com ele. Com a Joia do Espaço desaparecida e apenas uma Partículas Pym o suficiente para retornar ao futuro, Tony e Steve foram para 1970 roubar o Tesseract e as Partículas Pym de que necessitam. Quando Tony encontrou o Tesseract, ele conheceu seu pai e usou o pseudônimo de "Howard Potts". Depois que Steve roubou as partículas do escritório de Henry Pym, Tony deu a Howard um abraço de adeus à sua confusão. Quando os Vingadores voltaram para o futuro, eles aprenderam que Natasha tinha que morrer pela Joia da Alma. Tony fez uma nova Manopla do Infinito e depois de um debate sobre quem deveria fazer o estalo, o Professor Hulk colocou a Manopla, tirando a população perdida de volta à existência. Mas acontece que a Nebulosa foi substituída por ela de seu passado e ela trouxe Thanos e seu exército para o futuro. Uma batalha maciça entre os Vingadores e a Ordem Negra seguiu, como os Vingadores mantiveram a Manopla longe de Thanos. Muitos heróis que foram trazidos de volta pelo snap de Hulk se juntaram à luta. Eventualmente, Thanos colocou a mão na manopla e estalou os dedos. Mas nada aconteceu quando Tony teve as joias. Tony estalou os dedos, transformando todo o exército de Thanos em pó. O poder das joias fatalmente feriu Tony e ele morreu enquanto era consolado pela Resgate, Máquina de Combate e Homem-Aranha. Um funeral foi realizado com seu Reator Arc original colocado em seu caixão.[6]

Personalidade

O playboy e mulherengo Tony Stark tem uma das personalidades mais cativantes neste universo, graças ao seu egocentrismo, narcisismo e sarcasmo. Ele é um homem extrovertido que gosta de beber e apostar, ao mesmo tempo possuindo a capacidade de se tornar um especialista em astrofísica termonuclear durante a noite. Um prodígio em engenharia mecânica, Stark está constantemente criando novas tecnologias e procurando maneiras de melhorá-las, embora tenha demonstrado ter pouca preocupação com o efeito que suas armas têm sobre os outros. Após sua captura (e posterior fuga) pelos Dez Anéis, ele percebeu o que suas armas haviam feito e virou uma nova página, parando todas as produções de armas e usando todas as armas restante para se tornar o Homem de Ferro.

Tony tem uma amizade única com James "Rhodey" Rhodes. Apesar de terem sido amigos por muitos anos, Rhodey tenta manter Tony no caminho correto. No entanto, a natureza errática do Tony, por vezes, torna difícil para Rhodey de escolher entre Tony e seu dever para com os militares. No decorrer do tempo, eles mais uma vez se tornaram amigos e Tony demonstrou ter amadurecido. Com Pepper, Tony manifestou a sua capacidade de manter um relacionamento e expressar seus sentimentos por ela. Com os Vingadores, ele ainda mostra as mesmas características imprudentes pelas quais ele se tornou famoso, embora ainda esteja provando que é capaz de trabalhar com uma equipe e aceitar ordens. Ao trabalhar com os Vingadores, Tony desenvolveu uma amizade com o Dr. Banner. Tony mostrou grande respeito por ambas as obras anteriores de Bruce e suas habilidades como o Hulk, afirmando para Banner que a sua habilidade era mais um dom do que uma maldição.

Apesar de todo o crescimento que ele teve desde a construção de sua primeira armadura, em seu intimo, Tony ainda era um inventor e futurista, acreditando que ele era capaz de "arrumar" qualquer problema que encontrasse. Embora sua habilidade tecnológica significava ele estava correto, dado tais proezas como a sua criação do Reator Arc original com apenas ferramentas limitadas, essa ideia de que ele poderia arrumar qualquer coisa contribuiu para sua decisão de apoiar o Tratado de Sokovia, mesmo após o conflito resultante fazer com que seus antigos colegas Clint Barton e Wanda Maximoff - bem como os novos Vingadores Sam Wilson e Scott lang - serem presos quando Tony havia assumido que tais medidas extremas só seriam usadas para os criminosos reais.

Poderes

Tony não possui poderes próprios, no entanto, o reator arc que estava em seu peito fornecia uma fonte de energia com a qual ele podia acionar equipamentos com alta demanda de energia, mais notavelmente sua série de armaduras do Homem de Ferro. A produção de energia do reator quando funcionava com paládio era de 8 gigajoules por segundo.[17] O principais poderes do Homem de Ferro vêm de sua armadura.

Implantes Eletrônicos: Após Nova York, ele adicionou vários implantes eletrônicos, os quais lhe permitem convocar suas armaduras até ele remotamente.[3]

Habilidades

Inteligência Classe Super-Gênio: Tony Stark é um inventor genial capaz de conceber e construir avanços tecnológicos muito à frente da tecnologia mais avançada. Entre suas realizações estão o reator arc miniaturizado que seu pai concebeu, a inteligência artificial J.A.R.V.I.S., suas armadura do Homem de Ferro, e várias armas tecnologicamente avançadas. Ele também tem conhecimento de Espanhol, Francês, Italiano e Mandarim.[7] Combatente Treinado: Stark foi treinado em combate desarmado por Happy Hogan e tornou-se bastante formidável fisicamente, conseguindo lutar por conta própria quando a situação exige.[3]

Nível de Força

Sem sua armadura, Tony Stark possui a força normal de um homem de sua idade, altura e físico que prática exercício regular moderado. A armadura de Stark amplia a sua força a níveis sobre-humanos, sendo capaz de levantar até 100 toneladas.[18]

Fraquezas

Fobia: Stark não gosta que as coisas sejam entregue pessoalmente para ele.

Dependência do Reator Arc: Durante o período em que Stark tinha estilhaços embutidos no seu peito, ele era dependente de um implante eletromagnético alimentado por um reator arc para mantê-lo vivo. A remoção dele poderia causar sua morte em questão de minutos.[2][11][3] As gerações anteriores deste reator estavam lentamente o envenenando com o paládio que estava vazando em sua corrente sanguínea.[11] Sem a armadura Tony era muito mais vulnerável.

Transtorno de Estresse Pós-traumático: Após a Batalha de Nova York, Tony sofreu de transtorno de estresse pós-traumático (TEPT). A menção de "Nova York" (termo como sinônimo da invasão Chitauri) podia desencadear ataques de ansiedade. Ele também sofria de paranoia, acreditando que um perigo semelhante à invasão Chitauri era iminente, fazendo com que ele se isolasse em sua oficina por longos períodos de tempo criando novas armaduras do Homem de Ferro. Sua doença mental também o impediu de ter um ciclo de sono adequado, indo tão longe a ponto de ficar acordado por 72 horas antes de ter um descanso, pois o sono prolongado poderia fazer com que ele tivesse pesadelos.[3]


Equipamento

  • Reator Arc: Uma fonte de energia utilizada não só para alimentar um eletroímã mantendo os estilhaços fora do coração de Tony Stark, mas também como uma fonte de energia para a sua armadura do Homem de Ferro.

Transporte

Quando não está viajando em sua armadura ou usando um Quinjet como um Vingador, Stark possui inúmeros veículos convencionais.

Armas

Diferentes armaduras do Homem de Ferro, e diferentes armas de mão criadas por ele.

  • O desenhista de quadrinhos Adi Granov, o qual trabalhou com a Marvel na renomeada história Homem de Ferro: Extremis e em outro projetos, desenhou a armadura dos dois primeiros filmes do Homem de Ferro e de Os Vingadores.
  • Em Homem de Ferro 2, Tony brinca sobre a possibilidade de aceitar o cargo de Secretário da Defesa se for oferecido a ele. Isso é uma referência ao Homem de Ferra da Terra-616, o qual já foi Secretário da Defesa para garantir que sua armadura permaneceria sob controle.
  • Em Homem de Ferro, no final do filme, o disfarce de Tony era supostamente para ser que o Homem de Ferro era seu guarda-costas, o que ele ignorou. Esta é uma referência à forma como o Tony Stark da Terra-616 escondeu sua identidade por um longo tempo.
  • Ao contrário de sua contraparte da Terra-616, este Tony Stark parece não ter nenhum escrúpulo em matar seus oponentes.
  • Tony Stark foi mencionado por Jasper Sitwell como um dos inúmeros indivíduos que representavam uma ameaça aos planos da Hidra, como concluído pelo algoritmo de Zola.[14]

Explore e Discuta

Notas de Rodapé

  1. 1,0 1,1 Curta Marvel: O Consultor
  2. 2,0 2,1 2,2 2,3 2,4 2,5 2,6 Homem de Ferro (Filme)
  3. 3,00 3,01 3,02 3,03 3,04 3,05 3,06 3,07 3,08 3,09 3,10 3,11 Homem de Ferro 3 (Filme)
  4. 4,0 4,1 Vingadores: Era de Ultron
  5. 5,0 5,1 5,2 Capitão América: Guerra Civil
  6. 6,0 6,1 Vingadores: Ultimato
  7. 7,0 7,1 7,2 7,3 7,4 7,5 cena deletada de Os Vingadores
  8. Arte Oficial da Hot Toys
  9. Marvel: Os Vingadores: Iniciativa Vingadores #1
  10. De acordo com a cronologia de Marvel: Os Vingadores Prelúdio: Grande Semana de Fury Vol 1 2 e Homem de Ferro
  11. 11,0 11,1 11,2 11,3 11,4 Homem de Ferro 2 (Filme)
  12. O Incrível Hulk (Filme 2008)
  13. 13,0 13,1 Os Vingadores: The Avengers
  14. 14,0 14,1 14,2 Capitão América 2: O Soldado Invernal
  15. Homem-Aranha: De Volta ao Lar
  16. Vingadores: Guerra Infinita
  17. Homem de Ferro 2 2011 Anual
  18. Homem de Ferro 2 2011 Álbum
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.