FANDOM






A personificação de todo o tempo e espaço na Terra-9997 tem uma história que é praticamente a mesma que a da sua contraparte da Terra-616. No entanto, uma série de fatos sobre seu passado foram revelados por meio da visualização da Consciência Cósmica pelo Homem 4-D (Kyle Richmond) e Mar-Vell.

Eternity foi revelada como sendo um dos Anciões do Universo, e um residente do velho universo que foi destruído pelos Celestiais. Quando o novo universo foi formado (e ainda mais fragmentado pela manipulação do tempo) os Anciões do Universo criaram o Reino dos Mortos, e colocaram a Morte no comando do reino. O objetivo do reino era recolher as almas de cada ser e de suas contrapartes de realidades alternativas. O resultado final seria um caldeirão de todas as realidades fragmentadas, o qual os Anciões esperavam usar para restaurar o universo que eles viviam antes.

No entanto, na era moderna da Terra-9997, há rumores de que a Eternidade estava morta, embora não exista fatos que comprovem isso, nem foram os acontecimentos relativos ao desaparecimento dos restos da Eternidade revelados.

Quando Mar-Vell acumulou uma série de itens de poder (incluindo a Consciência Cósmica, a Força Enigma e vários outros itens), ele ganhou o poder e uma aparência semelhante à Eternidade ao assumiu o governo do reino conhecido como Paraíso. O último ato de Mar-Vell na Terra-9997 foi transferir esse poder para Reed Richards e torná-lo a nova Eternidade.

Levando em conta o fato de que a Eternidade é a personificação do universo, e é mais um conceito do que um ser, é provável que a "morte" da Eternidade foi apenas em referência à sua manifestação física. Se Mar-Vell e depois Reed Richards se tornaram as forças que iriam substituir Eternidade, é perfeitamente possível que eles são meramente apenas recipientes para o poder e conceito que é a Eternidade.

A Eternidade desse universo, bem como suas contrapartes alternativas, foi morta pelos Beyonders.[1]

Poderes

Aparentemente os mesmos da Eternidade da Terra-616.




Explore e Discuta

Notas de Rodapé

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.