FANDOM


Escala de Tempo Móvel

Mencionado oficialmente pela primeira vez no Manual Oficial do Universo Marvel A-Z #2, o termo "Escala de Tempo Móvel" é uma tentativa de quantificar a passagem do tempo no universo da Terra-616 e em outros universos semelhantes como uma forma de comprimir o tempo para que os personagens não envelheçam prematuramente. Embora não tenha sido considerado quando a Marvel Comics começou a fazer publicações, logo se tornou evidente que algo deveria ser feito para explicar logicamente o tempo. Essa prática começou entre o fim dos anos 1970 e o início dos anos 1980. Uma definição e explicação completa foi feita em 2007 no já mencionado Manual Oficial do Universo Marvel A-Z #2. A Escala de Tempo Móvel é usada para acompanhar o tempo que se passou durante um período atualmente chamado de Era Moderna, que abrange os eventos desde Quarteto Fantástico #1 até as publicações recentes.

Outras informações


Evolução

Durante as publicações da Marvel nos anos 1960 e 1970, a passagem de tempo na Terra-616 era descrita na narrativa como um tempo semirreal. Os personagens faziam referências ao ano atual com frequência e muitas vezes afirmavam que as histórias passadas haviam acontecido no período de meses entre as publicações. Os personagens eram conhecidos por terem se envolvido em conflitos militares de uma era específica. Por exemplo, o Senhor Fantástico e o Coisa foram retratados como tendo lutado a Segunda Guerra Mundial,[1] enquanto foi afirmado que o Professor X dos X-Men havia lutado na Guerra da Coreia.[2] Muitas histórias de origem e eventos também foram apresentados com base em eventos contemporâneos que são considerados datados ou históricos pelos padrões atuais. Por exemplo, o Quarteto Fantástico tentou voar para o espaço para vencer a União Soviética na corrida espacial[3] e Tony Stark foi retratado virando o Homem de Ferro enquanto testava armas no Vietnã durante a Guerra do Vietnã.[4] Muitas histórias e vilões iniciais foram inspirados pela Guerra Fria e pelo conhecimento científico e tecnológico da época.

No final da década de 1970, a Marvel começou a alterar alguns fatos conforme seus personagens começavam a envelhecer prematuramente. Um exemplo disso é que passaram a afirmar que o Coisa era um piloto de teste e não um combatente da Segunda Guerra Mundial.[5] Considerando a grande quantidade de voos espaciais da vida real, a origem do Quarteto Fantástico foi atualizada para explicar como eles foram mutados, enquanto os astronautas subsequentes conseguiram viajar ao espaço sem efeitos nocivos. Essa explicação incluiu erupções solares e radiação passando pelo Cinturão de Van Allen; as primeiras referências à corrida espacial como um fator de motivação também foram excluídas.[6]

Nos anos 1980, a passagem do tempo foi marcada em uma progressão mais lenta. Foi durante essa década que a primeira passagem de tempo "comprimida" entre a origem do Quarteto Fantástico e uma história publicada na época foi mencionada.[7] Nos anos 1990, deixou-se de reformular eventos que envelheciam os personagens. Na década de 2000, alguns conceitos foram generalizados, muitas vezes quando descritos nas tiragens mais recentes do Manual Oficial do Universo Marvel, e posteriormente retratados. Por fim, um padrão geral para a medição de tempo desde Quarteto Fantástico #1 até as publicações atuais precisava ser estabelecido.

Desde então, a Marvel classificou todas as histórias que estavam ocorrendo no "tempo presente" e que haviam sido publicadas após Quarteto Fantástico #1 eram parte da Era Moderna (também conhecida como a Era dos Heróis, Era Moderna dos Heróis etc.) em vez de identificar qualquer década ou século específico. A partir de 2016, quase 14 anos haviam se passado desde o nascimento do Quarteto Fantástico. Essa será considerada a passagem de tempo aceita geralmente até o final de 2017.

Medição

Em 2008, a Marvel declarou oficialmente [8] que, para cada quatro-cinco anos de publicações no tempo real, um ano do tempo Marvel havia se passado na Terra-616 e em outras realidades sensíveis ao tempo. Com base em um modelo de proporção 4:1, a Era Moderna dos Heróis está acontecendo há cerca de 14 anos, como mostra o modelo a seguir:

Ano 01: Nov. 1961–Out. 1965
Ano 02: Nov. 1965–Out. 1969
Ano 03: Nov. 1969–Out. 1973
Ano 04: Nov. 1973–Out. 1977
Ano 05: Nov. 1977–Out. 1981
Ano 06: Nov. 1981–Out. 1985
Ano 07: Nov. 1985–Out. 1989
Ano 08: Nov. 1989–Out. 1993
Ano 09: Nov. 1993–Out. 1997
Ano 10: Nov. 1997–Out. 2001
Ano 11: Nov. 2001–Out. 2005
Ano 12: Nov. 2005–Out. 2009
Ano 13: Nov. 2009–Out. 2013
Ano 14: Nov. 2013–Out. 2017
Ano 15: Nov. 2017–Out. 2021
Ano 16: Nov. 2021–Out. 2025
Ano 17: Nov. 2025–Out. 2029

Para esclarecer: embora um ano no tempo da Marvel equivalha a uma contagem aproximada de 365 dias por ano, essa passagem de "um ano" não segue o calendário gregoriano, de 1 de janeiro a 31 de dezembro, mas um ano inteiro a partir da data do voo espacial que criou o Quarteto Fantástico. A data de calendário específico na qual o Quarteto Fantástico partiu em seu fadado voo espacial permanece desconhecida, embora uma fonte afirme que aconteceu no verão.[9]

Irregularidades

A escala de tempo móvel não é uma ciência exata e, sim, uma questão de interpretação. Assim, há partes da escala que não funcionam quando aplicadas ao detalhe mais minúsculo. Tentar quantificar a passagem de tempo entre todas as publicações e todos os anos faz da quantificação de uma linha temporal definitiva algo sujeito à interpretação. Estações e feriados específicos do calendário retratados nas histórias tornam a quantificação dessa passagem mais difícil.

Da mesma forma, eventos chave da vida de personagens específicos também podem, muitas vezes, entrar em descordo com qualquer tipo de medição. Elementos como a idade verdadeira de um personagem quando eles celebram seu aniversário ou quando atingem marcos específicos de idade também causam irregularidades.

O maior exemplo dessas dificuldades pode ser obtido ao tentar determinar quantos anos foram necessários para Peter Parker graduar-se no ensino médio. Por exemplo, O Espantoso Homem-Aranha #533 afirma que Peter tinha apenas 15 anos quando ganhou seus poderes em Amazing Fantasy #15. Peter é mostrado em sua formatura do ensino médio em O Espantoso Homem-Aranha #28. Amazing Fantasy #15 foi publicado em 1962, enquanto O Espantoso Homem Aranha #28 foi publicado em 1965. Com base na proporção 4:1 da escala de tempo, Peter estava atuando como Homem-Aranha há cerca de um ano. De acordo com a Wikipédia, um estudante médio em Nova York deve completar 12 anos de formação. Com o 12º ano (3º do ensino médio, no Brasil) sendo o último, a idade média para a graduação nesse nível escolar é de 17-18 anos. Com base nessa lógica, se Peter fosse um estudante comum, ele precisaria ter completado pelo menos outros 2-3 anos de ensino antes de receber seu diploma, seguindo essas diretrizes da vida real. No entanto, é possível supor que o nível de inteligência de Peter e seu foco nos estudos podem ter feito com que ele avançasse na escola mais cedo que outros com a mesma idade física.

O exemplo acima ilustra claramente que qualquer medida da Escala de Tempo Móvel deve ser encarada com uma certa cautela. Porém, embora não haja uma explicação oficial para quantificar essas irregularidades, elas podem ser interpretadas pelo capricho do leitor.

No entanto, o propósito da escala de tempo é aplicá-la em uma passagem geral de tempo. O foco em detalhes tão minúsculos geralmente não é abordado e, sim, ignorado com frequência.

Compressão do Tempo

Outro fator a ser considerado é o processo da compressão do tempo. É um equívoco comum achar que o tempo no Universo Marvel está constantemente se comprimindo, ou seja, que os eventos após Quarteto Fantástico #1 continuam se comprimindo para que menos tempo tenha se passado desde essa história até o presente. Isso não está correto.

O que se entende por "compressão do tempo" é essa compressão de quatro anos de publicação em um único ano no Tempo Marvel. Durante um período de quatro anos de publicações, os personagens irão referenciar os eventos como se estivessem acontecendo em "tempo real". Eles podem podem se referir a um evento específico que aconteceu a alguns meses ou no ano anterior. No entanto, depois que um certo período declarando o número físico de anos adiciona muito tempo entre os eventos passados e o presente, e o tempo na história fica mais longo, o propósito da Escala de Tempo Móvel é anulado. Por conseguinte, depois de quatro anos de publicações, os eventos são condensados em um único ano de "Tempo Marvel". Novas referências a esses eventos passam, então, a adotar as medidas da Escala de Tempo Móvel em vez do tempo real.

Exemplo:

Guerra Civil começou a ser publicada em junho de 2006, enquanto Invasão Secreta começou em junho de 2008.

Guerra Civil e Invasão Secreta aconteceram no "Ano 12" da Escala de Tempo Móvel. Na época que Invasão Secreta estava sendo publicada, os personagens referiam-se aos eventos de Guerra Civil como se tivessem acontecido há um ano. Essa medição deve ser considerada contemporânea, pois dá uma perspectiva de tempo entre os dois eventos com base na publicação, fornecendo aos leitores um ponto de referência.

No entanto, assim que novembro de 2009 chegou e um novo ano no "Tempo Marvel" começou, as publicações de novembro de 2005 a outubro de 2009 foram comprimidas em um único ano do Tempo Marvel. Esses quatro anos de publicação equivalem a um ano. Assim, nas publicações de 2018, os eventos publicados entre novembro de 2005 e outubro de 2009 devem ser entendidos como acontecimentos de três anos atrás. Isso vai continuar até o próximo ano no calendário do Tempo Marvel, em novembro de 2021, quando esses eventos serão condensados em um único ano.

Representação visual

Para colocar isso em perspectiva, a escala de tempo comprime o tempo desta forma:

Escala de Tempo Móvel Descomprimida Escala de Tempo Móvel Comprimida

Referências Contemporâneas vs. Referência Factual

Certos fatos, eventos, pessoas de significado histórico, referências de cultura pop, datas listadas (como a data em um título de jornal), e às vezes mesmo marcos físicos aparecem em quadrinhos publicados há anos atrás devem ser consideradas referências contemporâneas relativas à data de publicação para não envelhecer prematuramente os personagens ou chegar a probabilidades da escala de tempo móvel. Como tal, o leitor deve seguir certas diretrizes se eles devem aceitar esses itens como referência contemporânea ou factual.

Uma referência factual é aquela que não pode ser refutada pela passagem da Escala de Tempo Móvel. Eles são eventos que estão enraizados em uma era particular e os fatos relativos a esses eventos não podem ser sujeitos à escala de tempo, dependendo de quando a história foi publicada e qual época do tempo de Marvel a história está definida. Por exemplo, todas as histórias de Timely Comics que ocorrem durante a Segunda Guerra Mundial são aceitas como acontecendo durante a década de 1940. Os eventos retratados nesta época não estão sujeitos à Escala de tempo deslizante, exceto quando uma história da Era Moderna está medindo a passagem do tempo entre esses eventos e a Era Moderna.

Uma referência contemporânea é um fato que é apresentado que dá o contexto da história à história como um quadro de referência para o leitor. Essas referências são um produto do tempo que a história é publicada e ficará desatualizada com o tempo. Como tal, leitores modernos que observam essa referência de uma história impressa em uma década passada - por exemplo, alguém em 2016 que lê um livro de quadrinhos publicado em 1965 - nunca deveria levar essas referências literalmente. Ao descrevê-los em um contexto mais amplo - como descrever o enredo para uma história ou um histórico de personagens - qualquer referência a esses itens deve ser pelo menos generalizada se não for ignorada.

O exemplo mais comum é qual indivíduo é representado como o Presidente dos Estados Unidos. Esses elementos devem ser considerados referências contemporâneas. As referências contemporâneas são fatos verdadeiros em relação à data em que um determinado quadrinho foi publicado, e deve ser generalizado quando mencionado mais tarde. Desde a publicação de Quarteto Fantástico #1 houve cerca de 13 eleições presidenciais para os mais de 50 anos de publicações da Era Moderna. Com base na Escala de Tempo Móvel, deveria ter havido apenas 3 ou 4, impedindo o assassinato, impeachment ou outros fatos que poderiam cortar uma presidência mais curta do que o prazo de 4 anos. No entanto, vários presidentes anteriores foram retratados como o Presidente dos Estados Unidos durante a Era Moderna.

No entanto, há histórias que foram publicadas que descreveram um presidente operando em seu lugar designado na história, bem como histórias que foram publicadas durante seu mandato como presidente. Por exemplo, Richard Nixon foi retratado como o presidente em muitas histórias da Era Moderna, publicadas entre 1966 e 1976, começando por Incrível Hulk #119. Todos devem ser considerados referências contemporâneas, especialmente considerando o fato de que Richard Nixon morreu em 1994. Considerando que as menções de Richard Nixon em Marvel: A Última Geração #7 devem ser consideradas referências factuais como ocorreu na década de 1970 de o Universo Marvel. Da mesma forma, as recentes aparições de Nixon como um zumbi na era moderna em Deadpool Vol 3 #3 devem ser consideradas factuais, pois estão bem depois de sua morte.

Nesta nota, isso significa que as aparências recentes de Barack Obama em publicações recentes (O Espantoso Homem-Aranha #583, por exemplo) serão em breve consideradas referências contemporâneas ao longo do tempo.

Os leitores devem se acostumar a se referir a esses indivíduos como simplesmente o "Presidente dos Estados Unidos" em um sentido geral em vez de citar um indivíduo específico.

Outro exemplo de referências contemporâneas que entra em jogo envolve celebridades. Por exemplo, Strange Tales #130 apresenta uma história onde Tocha humana e o Coisa conheciam o grupo de rock conhecido como Beatles. Embora isso fosse possível quando a história foi publicada pela primeira vez em 1965, isso seria considerado uma referência contemporâneas agora. Isso também pode ser outro exemplo em que a interpretação dos leitores também pode ser usada para explicar uma situação. Até 2016, a Marvel não mencionou esta história. Considerando que, normalmente, eles generalizariam os Beatles - identificando-os como um "grupo de rock britânico popular", por exemplo --- se poderia argumentar que estes são realmente os Skrulls que colocaram como o Beatles. No entanto, isso é uma questão de interpretação e não tem motivos factuais neste momento.

Outro exemplo são eventos históricos que são retratados em quadrinhos, o mesmo evento foi descrito como acontecendo tanto em um ano específico no passado quanto na Era Moderna. O melhor exemplo é o desembarque lunar Apollo 11.Quarteto Fantástico #98, publicado em 1969, descreve o Quarteto Fantástico que impedem o Kree de interromper esta missão. Esta história é considerada como acontecendo na era moderna. No entanto, as recentes edições do "Manual Oficial do Universo Marvel" generalizaram esta história. Em vez de chamá-lo a missão espacial Apollo 11, eles se referem a ele como um "voo espacial tripulado para a Lua". Por outro lado, Marvel: A Última Geração #6, publicado em 2000, descreve Primeira Linha impedindo os Skrulls de interferir na missão Apollo 11 . Esta história emoldurada ocorre no ano de 1969. Como a história do Quarteto Fantástico ocorre na Era Moderna, o Apollo 11 pousar nessa história deve ser considerado uma referência contemporâneas e é generalizado sempre que é mencionado em futuras publicações. Esta história deve ser considerada uma referência factual porque a história realmente ocorre no ano de 1969.

Por fim, um exemplo mais contemporâneo da Escala de Tempo Móvel em movimento é a representação do World Trade Center. Uma vez que Quarteto Fantástico #1, o World Trade Center foi descrito como em construção como as Torres Gêmeas originais foram concluídas em 1973. Desde aquela data foi predominantemente apresentado como parte do horizonte da Cidade de Nova York em publicações de 1973 a 2001. Em 2001, as Torres Gêmeas foram destruídas em um ataque terrorista. O horizonte não apresentou um edifício nesse local em publicações até o completo da nova torre, One World Trade Center, em julho de 2013. O que o edifício está nesse local deve ser considerado uma referência contemporânea em relação a qualquer publicação que represente qualquer outra coisa do que One World Trade Center nesse local. Isso ocorre porque, a partir de 2015, a Escala de Tempo Móvel progrediu que a Era Moderna não começa até depois de 2001. A logística de como isso funciona é explicada na seção abaixo

Computando o Tempo Marvel

Lembrando que a medida do tempo da Marvel é uma questão de interpretação, deve-se sempre referir-se às passagens do tempo como uma estimativa aproximada e que vários cálculos podem diferenciar entre anos, dependendo de como o cálculo é descrito. Alguns leitores aplicam uma passagem de tempo rigorosa de quatro ou cinco anos aos eventos, enquanto outros vão considerar outros métodos de passar do tempo. O mais prevalente é que o primeiro ano ou dois das publicações da Marvel entre novembro de 1961 e outubro de 1963 realmente ocorreram em "tempo real" e todas as outras publicações aderem a uma proporção de 4:1 ou 5:1. Por uma questão de fornecer um exemplo claro, esta computação está usando uma escala de tempo de relação 4:1 rigorosa.

Para calcular o tempo, é preciso considerar as publicações atuais como acontecendo este ano. Por exemplo, os quadrinhos lançados em 21 de outubro de 2015 - no dia da publicação - são considerados como acontecendo no ano de 2015. O ano de 2015 cai no "ano catorze" da era moderna, que deverá durar até aproximadamente outubro de 2017. Como acontece a cada ano, a história em outubro de 2015 está ocorrendo em 2016, quando é o ano de 2016 e pode ser considerado como acontecendo um número de semanas ou alguns meses antes e acontecendo em 2017, quando esse ano decorre e seja considerado como acontecendo alguns meses a meio ano antes. O "ano" em que a história aconteceu se deslocaria até outubro de 2017. Uma vez que a maior parte de 2017 decorre e o "quinquagésimo ano" começa em novembro de 2017, a história publicada em outubro de 2015 começa a retroceder no tempo, tornando-se um evento que aconteceu cerca de um ano antes. Como se caracteriza como "ano quatorze", ele desliza para trás enquanto o tempo Marvel avança.

Aplicar este princípio aos últimos anos pode ajudar a dar uma idéia aproximada de quantos anos decorreram entre períodos de tempo.

Exemplo #1: Quantos anos se passaram desde que o Capitão América foi revivido na era moderna?

Em Os Vingadores #4 foi identificado que Capitão América foi colocado em animação suspensa em abril de 1945 e revivido na era moderna. Essa história foi publicada em 1964 e afirma que Cap esteve em animação suspensa por cerca de 20 anos. Essa referência de tempo é considerada uma referência contemporânea com base no ano em que a história foi publicada. À medida que a escala de tempo móvel se move a quantidade de tempo entre o ano fixo de 1945 e o ano em que o Capitão América será revivido, aumentará constantemente.

Computação:

Se o presente da Era Moderna é 2016, e é considerado o ano quatorze da Escala Móvel da Marvel a passagem do tempo seria calculada como tal:

Os Vingadores #4 foi publicado em 1964. Isso cai no "ano um" da proporção de escala de 4:1.

Hoje é 2016, o ano de 2016 cai no "ano catorze" do índice de escala de 4:1.

A partir da perspectiva de 2016, Os Vingadores # 4 ocorreu há aproximadamente catorze anos. Então, aproximadamente o ano de 2002.

O cap entrou em animação suspensa aconteceu em 1945. Então, 2002 - 1945 = 57 anos se passaram entre 1945 e Os Vingadores #4. Com base nas publicações de 2016; No entanto, o Capitão América foi colocado em animação suspensa há cerca de 71 anos.

Quando o "ano quinze" chegar ao fim em outubro de 2021, a escala de tempo terá avançado. O "presente" será então considerado como 2021. A liberdade do PAC de animações suspensas desliza para a frente cerca de um ano. 2021 - 15 anos = os eventos de Os Vingadores #4 agora acontecem no ano de 2006; No entanto, seu tempo em animação suspensa agora teria durado 61 anos, e o tempo entre 1945 e o "presente" seria então de 76 anos.

Exemplo #2: Determinando uma referência contemporânea:

Com a passagem do tempo, certos eventos, pessoas e lugares se tornam referências contemporâneas. Um dos eventos mais prolíficos desses foi o ataque terrorista no World Trade Center em 11 de setembro de 2001, que viu a destruição das torres gêmeas originais (construídas originalmente em 1973). uma nova torre foi construída em seu lugar em 2013.

É um exemplo exclusivo de como as referências contemporâneas são determinadas no Universo Marvel. Porque não foi construído até 1973, está obviamente ausente de todas as histórias da "Era Moderna" de 1961 até que começou a construção. Foi primeiro retratado a ser construído em Demolidor #82 publicado em dezembro de 1971 e primeiro retratado totalmente construído em Contos Suprendentes #18 publicado em junho de 1973. Desde essa história, ele apareceu regularmente como um elemento básico de o horizonte da cidade de Nova York em muitas publicações da Marvel. O ataque terrorista foi retratado como acontecendo no Universo Marvel em O Espantoso Homem-Aranha Vol 2 #36 publicado em dezembro de 2001. A nova torre construída no One World Trade Center foi concluída em julho de 2013.

Por causa da Escala de Tempo Móvel, todos os eventos publicados no "primeiro ano" da era moderna passaram cerca de catorze anos no passado. O mais distante atrás da escala de tempo deslizante agora é 2002. Como tal, todas as referências e representações das Torres Gêmeas no tempo presente devem ser consideradas como referências contemporâneas. Avançar retratamentos de Nova York entre a destruição das Torres Gêmeas originais ea conclusão do One World Trade Center serão consideradas referências contemporâneas durante o "Ano Dezoito" do tempo da Marvel em torno do ano 2030. No entanto, os leitores devem ter o hábito de considerar as referências aos ataques terroristas e à posterior reconstrução do site do World Trade Center como uma referência contemporânea agora.

Exemplo #3: Determinando a passagem do tempo pré-Era Moderna

A Escala de Tempo Móvel avança as vidas passadas de personagens antes da idade moderna em tempo, também. O melhor exemplo disso é as referências ao Senhor Fantástico lutando na Segunda Guerra Mundial como visto em Quarteto Fantástico #11, mas O Espantoso Homem-Aranha #535 representa Reed como uma criança durante o McCarthy Era da década de 1950. Ambas as representações devem ser consideradas como referências contemporâneas. Deve ignorar as referências específicas da era a qualquer momento em que um personagem passado seja visitado antes da Idade Moderna.

No entanto, a passagem do tempo de uma instância na "pré-era moderna" para a era moderna pode ser calculada determinando a idade relativa dos personagens nesse ponto pré-moderno no tempo até um ponto na era moderna.

Usando essa lógica, podemos determinar a passagem do tempo entre Peter se tornando um órfão e tornar-se o Homem-Aranha pode ser facilmente determinado:

Quando Peter ganhou seus poderes em Amazing Fantasy #15 ele tinha quinze anos. Peter ainda era recém-nascido quando seus pais foram mortos, como retratado em O Espantoso Homem-Aranha #5. Pode-se assumir que cerca de 15 anos se passaram.

Se "hoje" é 2016, Amazing Fantasy #15 (publicado em 1962) aconteceu durante o" primeiro ano "da era moderna, ou cerca de catorze anos atrás.Então, até a data de 2016, Peter ganhou seus poderes no ano de 2002 e nasceu em torno de 1987 ou 1988.

Quando o "ano quinze" chegar ao fim em outubro de 2021, a escala de tempo terá avançado. O "presente" será considerado em 2021. Peter terá obtido seus poderes em 2006 e ele teria nascido em 1991 ou 1992.

Do ponto de vista de "hoje", se hoje for o ano de 2016, Peter foi órfão há cerca de 29 anos, mas quando "hoje" é 2021, ele terá sido órfão cerca de 30 anos antes.

Contradições

Muitas vezes, há flashbacks que aplicam a data de publicação a eventos que aconteceram no passado que estão sujeitos à Escala de tempo deslizante. Por exemplo, Novíssimos X-Men Anual #1 mostra uma cena em que uma viagem ao longo do tempo atribui a primeira batalha do Quarteto Fantástico com Galactus ao ano de 1966. Isto foi o ano de publicação. Isso deve ser considerado uma homenagem à data da publicação da história original e não tomado literalmente.Outro exemplo são as datas na lápide Adam Warlock em Marvel Dois-Em-Um Anual #2 e outras publicações que especificam uma data específica. Nessa história, as datas da vida de Warlock são documentadas como 1967 a 1977. Estas datas coincidem com as datas de publicação entre sua primeira aparição e sua morte (então atual). Essas datas devem ser consideradas contemporâneas. Ao aplicar a Escala de Tempo Móvel Warlock teria sido vivo e ativo por dois anos.

Os Supremos Vol 2 5 página 12

Galactus representa o continuum espaço-tempo e como o passado é capaz de deslizar para o presente

Explicação no Universo

Em Os Supremos Vol 2 #5, Galactus afirma que o continuum espaço-tempo é muito mais maleável do que o humano acredita. Os eventos que mudam a história têm um peso peculiar e são arrastados na sequência do presente, posicionando eventos que aconteceram há muito tempo, apenas um punhado de anos no passado.

Referências

  1. Quarteto Fantástico #11
  2. X-Men #12
  3. Quarteto Fantástico #1
  4. Tales of Suspense #39
  5. Quarteto Fantástico #193
  6. Quarteto Fantástico #197
  7. Quarteto Fantástico Anual #17
  8. Manual Oficial do Universo Marvel A-Z #2
  9. Tocha Humana Vol 2 #1

(Veja Também: Referência Contemporânea, Glossário:Era Moderna)
[topo] [Edite Escala de Tempo Móvel]

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.