FANDOM






Infinito é uma das cinco entidades essenciais dento do Universo Marvel, junto com Eternidade, Morte, Esquecimento, e Galactus. Esses seres chamavam uns aos outros de irmãos e irmãs, no entanto, devido à sua natureza como personificações de conceitos abstratos, eles não são um família em qualquer sentido convencional humano.

Infinito era a personificação do espaço e sua expansão. Ela era a irmã/outra metade da Eternidade, o qual era a personificação do tempo (também apresentado como a personificação da realidade no universo). Juntos, eles representavam todo tempo e espaço no Universo Marvel, enquanto seus irmãos Morte e Esquecimento representavam a morte e a não-existência. Foi revelado que a Eternidade e Infinito eram de fato dois aspectos diferentes do mesmo ser, quando eles apareceram como uma entidade única, durante a Guerra Infinita.

Arquivo:EternityInfinity.jpg

Eternidade e Infinito estavam em constante competição com a Morte e o Esquecimento, com Galactus proporcionando um equilíbrio entre os dois lados da luta. Esta competição não era hostil, mas um resultado inevitável dos seus propósitos naturais. Enquanto Eternidade e Infinito tentavam expandir a vida e o universo, a Morte e o Esquecimento desejavam os reduzir, geralmente a um ponto onde haveria um equilíbrio exato entre a vida e a morte, mas às vezes eles pareciam querer o fim completo da existência.

Neste conflito, Esquecimento dotou seu campeão, Voragem, com um pouco de seu poder, tornando-o seu avatar. Voragem tentou acabar com o Infinito. Para detê-lo, Infinito tornou Quasar o seu próprio avatar. Quasar venceu e Esquecimento e Infinito chegaram a um novo acordo.[1] O papel do Infinito era considerado de grande importância para o funcionamento do Universo Marvel, mas exatamente qual era o papel dela ainda precisa ser definido.

O Infinito da Terra-616, bem como as contrapartes de realidades alternativas, foi aniquilada pelos Beyonders.[2]

Funções Conhecidas do Infinito

Como a Eternidade representava tempo, o Infinito representava o espaço. Como a maioria dos abstratos, o propósito de Infinito era extremamente vago e sua falta de aparições deu pouco tempo para ela ter um desenvolvimento. No entanto, certas aparições sugerem que o Infinito estava ligado com a expansão da vida, assim como a Eternidade estava ligada com a progressão da evolução, conceitos que estão muitas vezes em conflito.

O "descendente" da Eternidade e Infinito, Eon, foi encarregado de proteger o Eixo Celeste (o padrão de energia vital que se move através do universo, conhecido pelos Asgardianos como a Árvore do Mundo, Yggdrasil) e nutrir a evolução da vida consciente no universo. Isso levou Eon a buscar e nomear vários seres para ser seu campeão, conhecidos como os Protetores do Universo, antecipando e conquistando grandes ameaças à vida. Os campeões do passado incluem o Capitão Marvel, Quasar, e mais recentemente Gravidade.

Infinito também teve um relacionamento com os "deuses", raças de seres místicos em todo o universo. Na Terra, os deuses nasceram de Demiurgo, a força da vida senciente da biosfera da Terra, o qual surgiu quando a Terra foi formada. Na série Quasar, é revelado que o Asgardiano Pai de Todos Odin, havia drenado uma fração do poder do Infinito criando o "Infinito" que apareceu na série Thor. Este ser, embora empunhe uma fração do poder do Infinito, não representam a verdadeira entidade Infinito.

Poderes

Habilidade ilimitada de manipular o tempo, espaço, matéria, energia, realidade ou magia para quaisquer finalidades.




Explore e Discuta

Notas de Rodapé




Referências

Predefinição:Surfistas Prateados

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.