FANDOM






Quote1 Parece que em breve eu serei o único Thunderbolt restante. O quê? Não me julgue, pilha de ranho. Eu sou o Rei Hipérion! Quote2
-- Rei Hipérion fonte 

Quando o louco conhecido como Hipérion decidiu tomar o controle sobre o planeta Terra à força, os heróis da Terra e as forças militares se opuseram a ele. Hipérion, no entanto, provou ser forte demais para qualquer um deles poder enfrentar, e toda a esperança começou a diminuir conforme a humanidade assistia seus heróis morrerem combatendo Hipérion. Até mesmo Thor, Hércules e Galactus pereceram nas mãos desse louco. Quando tudo estava dito e feito, Hipérion triunfou sobre a humanidade e proclamou-se Imperador Deus da Terra.

Mas sua vitória não durou muito tempo, decidindo que prefeririam morrer do que servir como escravos de Hipérion, os líderes dos homens causaram um holocausto nuclear na esperança de matar Hipérion. Ironicamente, o holocausto nuclear acabou destruindo todos os seres vivos do planeta, exceto Hipérion, deixando-o como Imperador Deus de nada mais do que uma bola de pó radioativa. Durante anos, Hipérion permaneceu sozinho nos restos de seu mundo natal até que um dia a sorte sorriu para ele. Uma versão de dezesseis anos da Tempestade da Terra-23895 pereceu durante um incidente envolvendo o Bruce Banner de uma outra realidade, necessitando de um substituto, os Corretores do Tempo tiraram Hipérion da Terra-4023 e deram a ele o lugar de Tempestade na equipe de super-humanos chamada Arma X.

Sua primeira missão como um membro da equipe era procurar os dez mutantes restantes em uma Terra onde a humanidade havia usado o Projeto: Wideawake para destruir seus heróis, embora Hipérion tivesse outras preocupações. Tornando-se imediatamente atraído por ele desde o momento em que ele se juntou à equipe, a Miss Marvel praticamente se atirou em Hipérion. Ele começou a fazer amor com ela apenas alguns segundos depois de perceber plenamente que ela estava apaixonada por ele. Depois do intervalo romântico de Hipérion e Miss Marvel, ele encontrou Kitty Pryde escondida em um armário. Ele tentou escondê-la de Colossus, mas Kitty, a qual havia confundido o Colossus da Arma X com a versão de sua Terra, passou por Hyperion e abraçou-o.

Hipérion conseguiu impedir Colossus de matar Kitty, o qual inicialmente ficou perplexo com as ações de Hipérion, até ele contar o que tinha planejado para esse mundo. Em vez de seguir as diretrizes que lhes foram dadas pelos Corretores do Tempo, Hipérion e os outros decidiram tomar essa Terra para si. O Visão tentou se opor aos planos de Hipérion, mas foi destruída no processo.

O Aranha e a Miss Marvel quase imediatamente se ligaram a Hipérion e se tornaram seus mais fiéis aliados, enquanto Gambit e Colossus decidiram que seria melhor apenas seguir a liderança dele por hora. Hipérion então colocou seus planos em ação, tomando o núcleo do Molde Mestre, o qual mantinha todas as Sentinelas em execução e então matou o Presidente Robert Kelly, O Vice Presidente Henry Peter Gyrich e o General Thaddeus "Thunderbolt" Ross.

Ao mesmo tempo, o Magneto dessa Terra estava se preparando para destruí-lo, jogando um enorme asteroide diretamente sobre o planeta. Quando Forge descobriu que ainda havia Mutantes e Super-humanos no planeta, Magneto e sua Irmandade (Wolverine, Mística, Homem de Gelo e Vampira) foram inspecionar a situação, com Magneto dizendo que eles seriam rudes de não oferecerem a seus iguais genéticos uma chance de sobrevivência e que precisavam de mais pessoas para lhes servirem. Quando Magneto e seus subordinados chegaram à superfície, entraram em conflito direto com Hipérion, o qual eles tentaram matar, mas falharam miseravelmente no processo.

O ataque deles custou a vida de Wolverine e Mística, e quando Magneto se recusou a impedir que o asteroide colidisse com a Terra, Hipérion fez a cabeça dele implodir, deixando-o com o problema de parar o asteroide por conta própria. Hipérion, junto com a Miss Marvel e seus dois novos seguidores, Vampira e o Homem de Gelo, reagruparam com o resto da equipe Arma X no santuário que a Tempestade desse mundo havia construído para ela e o Vanisher, bem como quaisquer outros mutantes e super-humanos que rejeitassem Magneto ou as mentiras de Charles Xavier e estivessem buscando refúgio dos Sentinelas.

Lá ele criou um plano para deter o asteroide, fazendo com que Vampira duplicasse suas habilidades para que juntos eles pudessem usar suas forças para impedir o asteroide de colidir com o planeta. Embora Tempestade estivesse relutante em confiar em Hipérion, Gambit eventualmente a convenceu a ir ao Asteroide M com ele e os outros, enquanto Hipérion e Vampirava lidavam com o asteroide que estava indo em direção à Terra.

Mas logo se tornou claro para Hipérion que impedir o asteroide seria uma tarefa impossível - ele era muito grande, até mesmo para ele suportar. Hipérion e Vampira tentaram queimá-lo com seus poderes de calor, mas só conseguiram explodir fragmentos que causaram danos à superfície da Terra. Quando Vampira começou a sentir os poderes de Hipérion desaparecendo, ela tentou novamente absorver os poderes dele, mas Hipérion se recusou a deixá-la tocá-lo e simplesmente a abandonou, onde ela foi queimada viva pelas chamas que estavam queimando o asteroide.

Como esperado, o asteroide colidiu na Terra e aniquilou todo o planeta. Kitty, sabendo que Hipérion iria matar todos os mutantes restantes agora que a Terra não valia nada, tentou fazer Colossus se teletransportar de volta à Terra com ela, esperando esconder-se nos túneis dos Morlock ou nos santuários subterrâneos do Toupeira caso eles tivessem permanecidos intactos. Mas antes que pudessem chegar a um teletransportador, eles foram imediatamente confrontados por Hipérion, o qual entrou no Asteroide M através de uma escotilha. Colossus tentou agir feito estúpido, mas Hipérion foi facilmente capaz de ver através da mentira dele.

Colossus, o qual havia se apaixonado pela Kitty Pryde desse mundo, se recusou a deixar Hipérion matá-la e tentou derrotá-lo, mas Hipérion enviou Kitty e Colossus para o vácuo do espaço com um único ataque. Ele então matou Forge e Mercúrio e confrontou seus companheiros de equipe junto com os mutantes restantes, o Homem de Gelo, Vanisher e Tempestade. Hipérion declarou que esse mundo era uma causa perdida e que eles iriam para o próximo.

Enquanto a Miss Marvel e o Aranha ficaram aliviados, Gambit ficou horrorizado e quando Aranha feriu fatalmente o Vanisher, ele se voltou contra Hipérion e os outros. Levando Vanisher consigo, Gambit e Tempestade se teletransportaram para outra parte do Asteroide M antes que Hipérion ou os outros pudessem os ferir. No entanto, Hipérion tinha outras questões para lidar, pois pouco depois de derrotar o Homem de Gelo, dois novos recrutas da Arma X, o Hulk e a Flama, apareceram e disse a Hipérion que o Corretor do Tempo estava descontente com suas ações. Hipérion simplesmente os mandou embora e levou a Arma X em uma caçada para encontrar Gambit, Tempestade e o Vanisher.

Quando eles os encontraram, o Vanisher já havia morrido das feridas que o Aranha havia causado a ele. Tempestade pediu a Gambit que acabasse com a vida dela para que Hipérion não tivesse a chance de colocar as mãos nela. Apesar de estar relutante, Gambit acabou concedendo seu desejo e quando Hipérion e o resto da Arma X os encontraram, Tempestade já estava morta. Hipérion felicitou Gambit por "recuperar a razão", ele então comentou quão interessante toda essa aventura havia sido e disse que pelo lado bom ainda havia outros mundos lá fora para eles conquistarem.[2]

O Massacre da Terra-4400

Após a primeira missão, Hipérion e a Arma X continuaram a passar de uma realidade para outra; Hipérion tentou conquistá-las com a ajuda do Aranha e da Miss Marvel e acabou destruindo os heróis de cada mundo.

Gambit, Hulk e Flama simplesmente tentaram completar as missões para que pudessem chegar cada vez mais perto de ir para casa. Gambit mais tarde começou a enganar Hipérion para completar as missões para eles, a fim de acelerar o processo, mas Hipérion acabou percebendo e quando a Arma X chegou à Terra-4400, ele imediatamente se virou contra Gambit e explodiu o braço dele em uma tentativa de tomar o Tallus para si.

Para o Hulk, ferir Gambit foi a última gota. Ele e Flama atacaram Hipérion, Aranha e a Miss Marvel na tentativa de derrubá-los e acabar com essa loucura, mas foi um esforço inútil. Hipérion provou ser forte demais até mesmo para o Hulk lidar e ambos foram rapidamente derrotados, enquanto Gambit rastejou para longe da luta e foi até os esgotos.

Esse incidente atraiu a atenção dos Heróis da Terra-4400, os quais tentaram impedir a fúria de Hipérion. Infelizmente nem mesmo o mais poderoso dos heróis foi capaz de derrubá-lo e em apenas uma questão de horas todos os heróis em Nova York estavam mortos.

Algum tempo depois, Hipérion destruiu todas as pontes que levavam à Ilha de Manhattan e manteve todos lá como reféns. Na televisão ao vivo, Hipérion fez suas demandas ao presidente dos Estados Unidos, Norman Osborne, e disse que se não fossem atendidas logo ele mataria 100 reféns.

O ataque de Hipérion a Nova York fez com que Super-humanos e muitos líderes mundiais respondessem à ameaça, os quais planejavam invadir a América caso fosse necessário para impedir Hipérion, e se tudo mais falhasse, então foi decidido entre muitas dessas outras nações, como a Rússia, Reino Unido, Coreia do Norte, etc, que um ataque nuclear seria necessário.

Foi então que o Corretor do Tempo decidiu que uma das duas equipes teria que desaparecer. O incidente de Hipérion ficou fora de controle por muito tempo. Enviando os Exilados para a Terra-4400, ele colocou ambas as equipes uma contra a outra para ver quem sobreviveria. Uma equipe deveria ser desfeita, e seis pessoas deveriam morrer.

Também foi descoberto que nenhuma equipe receberia quaisquer substituições até que apenas os seis últimos permanecessem em pé e a missão de desfazer uma das equipes tivesse terminado. Não querendo ser um daqueles que pereceriam, a Magia da Terra-4210 traiu os Exilados e tentou unir forças com Hipérion.

No entanto, ele acreditou que, assim como Gambit, Illyana estava apenas tentando usá-lo para o fazer de tolo. Hipérion ficou enfurecido e começou a sufocá-la. Acreditando que dar a ele informações úteis o faria repensar sua oferta e poupá-la, Illyana disse a Hipérion sobre a nova missão, mas em vez de ter permissão para viver, Hipérion testou a "teoria" de Illyana na própria Illyana, cortando o pescoço dela e a matando.

Hipérion então matou o Hulk enquanto Flama morreu incinerando o Aranha quando ele tentou matá-la por conta própria. Enfurecido pela morte de Illyana, o Exilado conhecido como Morfo emergiu de seu esconderijo e atacou Hipérion com seu companheiro Mímico ao seu lado. Hipérion facilmente derrotou Morfo e então começou a lutar contra Mímico, o qual ele quase matou.

Mímico no entanto foi salvo graças a Nocturna, a qual assumiu o corpo de Heather Hudson (a qual havia sido ferida por Illyana) em sua forma Sasquatch e distraiu Hipérion tempo o suficiente para Blink e Gambit fazerem suas grandes entradas.

No entanto, o ataque foi quase uma falha completa, já que nem Blink nem Gambit foram fortes o suficiente para derrubar Hipérion por conta própria, mas quando Hipérion se aproximou de Blink, a qual estava caída, e tentou incinerá-la usando seus poderes de visão de calor, ela usou o cristal de teletransporte para redirecionar o ataque de Hipérion contra ele mesmo. Hipérion caiu no chão e descobriu que não conseguia mover a metade inferior de seu corpo.

Gambit então foi até Hipérion por trás com a espada mágica de Illyana em mãos, disse a Blink para ir embora, carregou o máximo de poder que conseguiu e a enfiou nas costas de Hipérion. A explosão que resultou da morte de Hipérion não só acabou com ele e Gambit, mas levou a Miss Marvel com eles, bem como deixou Hipérion e a Arma X com nada mais do que uma memória ruim (ou então era o que originalmente se pensou.)[3]

O Destruidor do Tempo

Durante meses, o humor, a atitude e a personalidade do Corretor do Tempo haviam mudado muito e a natureza das missões dos Exilados ficavam cada vez mais perigosas. Quando Holocausto, o filho do Apocalipse, foi recrutado à força para a equipe, Holocausto estava tão furioso que ele deixou de lado suas antigas desavenças com seus inimigos Blink e Dentes de Sabre e disse a eles como poderiam encontrar o Corretor do Tempo. O Holocausto levou os Exilados a uma instalação onde um fragmento do Cristal M'Kraan estava sendo mantido e, usando o poder dele, Holocausto e os Exilados acabaram parando em uma plataforma de teletransporte dentro de um enorme palácio de cristal.[4]

Após procurarem pelo local, eles descobriram que o lugar inteiro estava sendo comandado por uma raça de insectóides que acabariam por ser conhecidos como os Corruptores do Tempo, uma raça de insetos que estavam sendo oprimidos pela última pessoa que Blink esperar ver novamente: Hipérion. Um louco que ela viu literalmente explodir quando Gambit enfiou a espada de Illyana em sua costas estava vivo novamente e estava no controle completo sobre uma instalação que lhe permitiria influenciar nos eventos de qualquer realidade. Hipérion alcançado um grande prêmio, assumindo o controle desse lugar após a sua ressurreição.

Quando o Dentes de Sabre e Holocausto perguntaram quem era Hipérion, Blink explicou-lhes o que podia antes que Hipérion proclamasse corajosamente que em breve cada Planeta Terra em cada realidade que já existiu teria de se acostumar a chamá-lo de Deus. Isso deixou Holocausto com raiva e ele atacou Hipérion sem misericórdia, mas seu ataque mal o afetou e quando Hipérion atacou, ele facilmente matou Holocausto e absorveu sua força vital.

Com o Holocausto morto, Blink sabia que eles iriam ser os próximos e os teletransportou para longe da localização atual de Hipérion, para que eles pudessem se reagrupar e chegar a algum tipo de plano. Infelizmente, Hipérion era capaz de localizar facilmente os Exilados onde quer que fossem devido ao seu conhecimento íntimo do layout do Palácio de Cristal. Mas quando Hipérion veio confrontar os Exilados no Quarto do Deserto onde a equipe original de Exilados havia sido reunida pela primeira vez, Hipérion ofereceu os Exilados uma chance de conquistar o Multiverso com ele.

Hipérion tentou apelar para os verdadeiros desejos de todos, exceto Blink e Morfo, mas a oferta foi cancelada quando Morfo tentou enganar Hipérion para fazer ele acreditar que era Namora e que ela estava se voltando contra os Exilados. Depois de golpear Morfo com seus poderes de visão de calor, a verdadeira Namora atacou-o, o que provocou uma luta entre os Exilados e Hipérion - uma luta que deixou Namora e Mímico em mau estado. Enquanto isso, um dos Drones Trabalhadores dos Corruptores do Tempo havia libertado o mutante conhecido como Bico e lhe disse que ele estava destinado a derrotar Hipérion.

Bico, o qual não estava nem perto do nível de poder de Hipérion, assustou-se. Ele sabia que não havia chance alguma de ele poder derrotar Hipérion, mas então ele acabou encontrando telas que estavam mostrando outras realidades. Assim, enquanto Hipérion continuava perseguindo os Exilados, Bico viajou através do Multiverso procurando aliados fortes o suficiente para derrotá-lo. Em outro lugar, Hipérion feriu ainda mais Mímico e logo foi atacado novamente por Namora, a qual quebrou o pescoço dele e o arrastou para o fundo do Quarto do Mar, onde a equipe Arma X original havia sido reunida.

Acreditando que Hipérion estava morto, Namora começou a falar sobre como a parte fácil da conquista era matar aqueles que se interpunham no seu caminho, mas que a parte mais difícil era manter o controle. Hipérion, tendo despertado de seu breve coma induzido pelo choque, perguntou a Namora se ela alguma vez em sua vida havia calado a boca. Ele então torceu o pescoço de volta ao lugar e incinerou Namora usando seus poderes de visão de calor. O vapor que irrompeu do Quarto do Mar queimou Blink enquanto ela estava tentando procurar qualquer sinal de Namora. Uma figura logo emergiu do vapor e quando Blink perguntou se era Namora, a figura revelou-se como sendo Hipérion.

Com Mímico não estando em condições para lutar e Blink ainda tentando se recuperar das queimaduras do vapor, toda a esperança parecia perdida, até que Bico apareceu com os dois únicos homens no Multiverso que poderiam parar Hipérion: duas versões alternativas de si mesmo. Depois de trocar palavras com seus inimigos - o Hipérion da Terra-712 e uma versão cega da Terra-5764 - o Rei Hipérion entrou em batalha com eles em uma luta que abalou o Palácio de Cristal até seu núcleo.

Apesar de todo o poder deles, parecia que o poder combinado de dois outros Hipérions não era o suficiente para derrotar o Rei Hipérion. Ele os derrotou facilmente e embora eles conseguiram dar alguns bons golpes nele, ele parecia revidar dez vezes mais forte e vinte vezes mais rápido.

Blink então veio com um plano que não falharia se executado corretamente. Depois de reunir a atenção dos três Hipérions, Blink os teletransportou para a Sala do Deserto onde usou um cristal de teletransporte para teleportar meia tonelada de areia para dentro do corpo do Rei Hipérion, deixando-o completamente aberto ao ataque.

Mímico, o qual havia ficado com os Corruptores do Tempo e Pico na Sala de Controle Central, assistiu horrorizado enquanto os Hipérions de Dois Mundos espancavam o Rei Hipérion até a morte. Tendo jurado há muito tempo que nunca permitiria que outra vida fosse tirada, Mímico usou a interface do Corretor do Tempo que havia sido usada para conduzir as missões para deter a batalha entre os três, deixando o Rei Hipérion inconsciente. Ele então propôs uma solução alternativa.

Quando o Rei Hipérion recuperou a consciência, com a mão direita desaparecida, descobriu que os Exilados, os Corruptores do Tempo e os Hipérions de dois mundos o haviam aprisionado no lugar em que nunca desejara voltar: a Terra-4023, seu mundo natal. Embora o Rei Hipérion suplicou e implorou para que não o deixassem na Terra-4023, suas súplicas não foram ouvidas.[5]

Thunderbolts

Tendo aparentemente escapando de seu confinamento, ele fez o seu caminho até a Terra-616 e a nação do Uzbequistão, onde ele começou a causar o caos até ser confrontado pela Guarda Invernal. Derrotando a equipe, ele então se encontrou cara a cara com o Marvel Azul, e embora brevemente superou o herói recém-chegado, o Marvel Azul recuperou suas forças ao ver Hipérion ameaçando uma criança pequena. Depois de salvar a criança, o Marvel Azul derrotou Hipérion.[6]

Mark Milton (Earth-4023) from Thunderbolts Vol 1 163.1

Morto por Fanático e Rocha Lunar, junto com o Homem-Coisa

Confinado na Balsa, Hipérion foi recrutado para os Thunderbolts para ajudá-los a defender o Japão de um ataque de monstros gigantes. Hipérion inicialmente manteve a farsa de que ele era um Hipérion bom de um universo alternativo com o qual o Hipérion maligno havia trocado de lugar. No entanto, durante a luta, Hipérion sabotou a equipe, lançando Luke Cage e Mach-V na boca de um dos monstros, e nocauteando Soprano enquanto ela estava carregando a Rocha Lunar que estava inconsciente, fazendo com que ambas caíssem no oceano. Hipérion então usou sua visão atômica para cortar o Homem-Coisa ao meio. Ele então pegou o link de comunicação da Soprano e tentou descobrir como usá-lo para desativar os nanitas controladores de poder que a Balsa havia injetado nele. O Fanático resgatou a Rocha Lunar e Soprano, então atacou Hipérion. Durante a luta, o Fantasma conseguiu recuperar o link de comunicação de Soprano e o usou para ativar o sistema de defesa dos nanitas dos Thunderbolts: uma alta dose de radiação de aragonita na coluna vertebral dele. Hipérion implorou e suplicou para que a desligassem. Fanático e Rocha Lunar espancaram violentamente o indefeso Hipérion, e então o Homem-Coisa, que havia se recuperado, queimou Hipérion com seu toque.[7]

Poderes

Hipérion é um Eterno, possuindo diversas habilidades. Ele foi considerado uma Ameaça de Nível Doze pelos computadores do Marvel Azul.[6]

Força Sobre-Humana: Hipérion possui grande força física. Sua força máxima é desconhecida, mas ele é forte o suficiente para lutar contra dois Hipérions ao mesmo tempo. Ele pode erguer mais de 100 toneladas sem dificuldades.

Velocidade Sobre-Humana: Hipérion pode correr e se mover a velocidades que estão muito além das capacidades físicas até mesmo do melhor atleta humano.

Voo: Hipérion possui a habilidade de levitar e voar em velocidades extraordinárias, utilizando e manipulando anti-gravitons. Não se sabe o quão rápido ele é voa em seu auge.

Vigor Sobre-Humano: A musculatura altamente avançada da Hipérion produz consideravelmente menos toxinas de fadiga durante atividades físicas do que a musculatura de um ser humano. É desconhecido quanto tempo ele pode exercer-se fisicamente em sua capacidade máxima antes que o acúmulo de toxinas de fadiga em seu sangue começa a prejudicá-lo.

Resistência Sobre-Humana: O corpo de Hipérion é praticamente invulnerável e mais resistente a lesões físicas do que o corpo de um ser humano. Hipérion pode suportar disparos de armas de alto calibre, quedas de enormes alturas, exposição a temperatura e pressões extremas, grandes forças de impacto e poderosas rajadas de energia sem sofrer ferimentos. Ele foi atingido uma vez pelas rajadas óticas do Mímico à queima-roupa e não sofreu nenhuma lesão. Hipérion também é capaz de suportar fisicamente os rigores do espaço sem qualquer traje especial. Isso também se liga a seus poderes de cura instantânea.

Agilidade Sobre-Humana: A agilidade, equilíbrio e coordenação motora de Hipérion são aprimoradas a níveis que estão além dos limites físicos naturais do melhor atleta humano.

Reflexos Sobre-Humanos: Os reflexos de Hipérion são similarmente aprimorados e são superiores aos do melhor atleta humano.

Manipulação de Energia Cósmica: Hipérion é capaz de manipular grandes quantidades de energia cósmica para certos propósitos:

  • Visão Atômica: Hipérion é capaz de disparar feixes de calor altamente intensos de seus olhos que são muitas vezes chamados de Visão Atômica. O poder máximo de sua Visão Atômica é desconhecido, mas presume-se que ele seja capaz de gerar ao menos 7.000 graus Celsius.
  • Fator de Cura Regenerativo: Apesar da grande resistência física de seu corpo a ferimentos, é possível que ele seja ferido. Caso isso aconteça, Hipérion pode canalizar energia cósmica para reparar tecidos corporais danificados muito mais rápido e eficiente do que um ser humano é capaz. Os poderes de cura de Hipérion também diminuem consideravelmente a sua taxa de envelhecimento para um nível desconhecido. Não se sabe se ele envelhece em um ritmo excepcionalmente lento ou se o fator de cura o impede de envelhecer completamente. Ele também é imune aos efeitos de todas as doenças e infeções da Terra. Um exemplo extremo de seus poderes de cura foi quando ele foi aparentemente morto por Gambit.[8] No entanto, após ser trazido de volta ao Palácio de Cristal, Hipérion lentamente regenerou os pedaços danificados e desmembrados de seu corpo, fazendo uma recuperação completa.[1]




  • Hipérion foi criado como um pastiche do Superman da DC Comics.

Explore e Discuta

Notas de Rodapé

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.