FANDOM






Quote1 Aqui estamos todos nós, com nada, além de nossa inteligência e nossa vontade de salvar o mundo. Então fiquem de pé e lutem. Quote2
-- Nick Fury fonte 

Nick Fury era o chefe-executivo da Superintendência Humana de Intervenções Estratégicas, Logística e Defesa, internacionalmente e publicamente conhecida como "S.H.I.E.L.D." Fury também é creditado como um possível co-criador/designer da Iniciativa Vingadores, bem como o comandante de operações especiais. Ele tem estado em serviço ativo desde o inicio da década de 80, onde participou de uma operação secreta, realizando um ataque que ficou fora dos livros, o qual salvou vários reféns. Em algum momento ele foi traído por alguém de sua confiança, resultando na perda de seu olho esquerdo e deixando-o relutante em confiar em alguém que ele não tivesse total certeza.

Iniciativa Vingadores

Após Tony Stark anunciar publicamente sua identidade como Homem de Ferro, Fury foi à casa de Stark em Malibu, na Califórnia, para falar com ele sobre a Iniciativa Vingadores. Stark inicialmente não queria ter nada a ver com Fury, e pediu que ele se retirasse.[2] Quando Fury partiu, ele ordenou que o Agente Coulson entrasse em contato com a Agente Romanoff, dizendo que eles precisam da ajuda dela.

Arquivo:Fury&Stark.jpg

A Grande Semana de Fury

Seis meses mais tarde, depois do comportamento fora de controle de Stark resultar na armadura Mark II do Homem de Ferro cair nas mãos dos militares dos EUA, Fury confrontou Stark por se tornar um problema com o qual ele teve de lidar. Além de fornecerem informações sobre o passado de Ivan Vanko, Fury e Romanoff forneceram a Stark informações e materiais de seu pai, os quais se revelaram fundamentais para encontrar uma fonte de alimentação para substituir seu reator arc.

Fúria se reuniu com Stark novamente após Stark ter derrotado Ivan Vanko na Stark Expo. Stark havia se provado impróprio para a Iniciativa Vingadores, mas após informá-lo disso, Fury se ofereceu para recrutar os seus serviços como consultor.[3]

A unidade de recrutamento de Fury foi ao encontro das pessoas que estiveram envolvidas em um incidente destrutivo em Puente Antiguo, no Novo México. Ele convocou o professor de astrofísica da Universidade Culver, Erik Selvig, o qual esteve intimamente associado com o incidente, a uma instalação subterrânea da S.H.I.E.L.D., e então chamou a atenção do cientista para uma caixa de armazenamento portátil. Fury revelou um cubo brilhante dentro da caixa e sugeriu que era uma fonte de imenso poder, embora ninguém tinha sido capaz de determinar um meio de utilizar esse poder. Selvig aceitou o desafio de investigar o objeto.[4]

Pouco depois, o Conselho de Segurança Mundial aprovou oficialmente a ativação da Iniciativa Vingadores, mas ordenaram que Fury recrutasse Emil Blonsky. Insatisfeito com esta decisão, Fury colocou o Agente Coulson no caso, o qual, por sua vez, arruinou o plano de recrutamento de Blonsky, enviando Stark como um intermediário.[5]

Encontrando o Capitão América

A iniciativa estava lentamente perdendo força na época que outro recruta em potencial foi encontrado. Steven Rogers, o Capitão América, o primeiro "super-herói" do mundo, havia estado congelado no gelo do Ártico desde a Segunda Guerra Mundial, e tinha sobrevivido milagrosamente ao seu sepultamento. Fury supervisionou a sua recuperação e reabilitação pessoalmente, interceptando-o quando o homem acordou e fugiu para o centro da Cidade de Nova York.[6]

Fase Dois

Com poucos resultados em seus esforços de reunir um grupo de pessoas extraordinárias, Fury arquivou o seu plano e começou a se concentrar em armamentos em vez disso. A "Fase Dois", como a ideia assou a ser chamada, envolvia utilizar tecnologia de armas que surgiram nas mãos da Hidra anos atrás, bem como outras tecnologias avançadas ou alienígenas. O Tesseract, o qual havia sido atribuído ao Professor Selvig para investigar, formava uma parte importante deste quebra-cabeça.

Quando o Tesseract começou a emitir níveis inesperados de radiação gama, Fury rapidamente se encarregou pessoalmente da operação. As emissões provaram ser um prelúdio para o surgimento de Loki na Terra, e nem Fury, nem o seu pessoal, tinham o poder para impedir Loki de escapar com o cubo.

Reunindo os Vingadores

Desesperado por uma solução para o problema, Fury reativou a Iniciativa Vingadores. Ele conseguiu facilemten trazer Steven Rogers para a equipe e enviou agentes para pedir a ajuda de Tony Stark e do Dr. Bruce Banner. Em pouco tempo, Loki fez sua primeira aparição pública e foi preso, anunciando a chegada de uma nova adição inesperada para a coleção de pessoas extraordinárias quando o irmão de Loki, Thor, chegou, exigindo a extradição de Loki.

Arquivo:DirectorFury.jpg

Fury não pode fazer nada quando a tensão começou a aumentar na aeronave, agora cheia de super-heróis com egos, e os problemas só se agravaram quando algumas dessas pessoas descobriram as mentiras que cercavam a Fase Dois. Com as discussões aumentando, Loki fez sua jogada, e Fury e os outros foram pegos completamente de surpresa quando o Aeroporto-Aviões da S.H.I.E.L.D. foi atacado em uma ousada incursão pelos soldados de Loki. Fury voltou ao seu posto na ponte de comando para assumir o comando da situação e foi fundamental na defesa contra um ataque que ocorreu lá.

Após o fim da batalha, Fury encontrou o agente Coulson mortalmente ferido por Loki. Ele resolveu usar o sacrifício de Coulson em sua vantagem, explorando isso para dar um "empurrão" em Stark e Rogers. Apesar da natureza eticamente questionável do plano, ele se provou eficaz, e os homens partiram em perseguição de Loki pouco depois.

Batalha de Nova York

A Iniciativa Vingadores pode ter finalmente se tornado realidade, mas o papel de Fury na batalha ainda não estava concluído. O Conselho de Segurança Mundial emitiu ordens para enviar um míssil nuclear até Manhattan, o que Fury se recusou a fazer, mas então o Conselho revogou as ordens de Fury e um jato de combate escapou, após Fury ter derrubado outro com um foguete. No entanto, ele avisou Stark sobre o míssil, dando assim tempo para o Homem de Ferro evitar a catástrofe.

A Iniciativa Vingadores finalmente venceu. O desafio do Conselho de Segurança Mundial da Fury não pode ter sido esquecido, mas seus métodos e ações haviam salvado o mundo. Ele resolveu chamar os Vingadores caso eles fossem necessários novamente, e tinha certeza de que eles viriam.[7]

Agente Coulson

Algum tempo depois, Fury resolveu reviver o Agente Coulson, e enviou o corpo de Coulson para uma instalação secreta chamada Casa de Hóspedes, escondida até mesmo dos registros da S.H.I.E.L.D. Lá, inúmeros procedimentos antiéticos do Projeto T.A.H.I.T.I., um projeto antes supervisionado por Coulson para curar um Vingador mortalmente ferido, mas foi considerado muito perigoso para a saúde mental de uma pessoa, foram usados para ressuscitar o agente, e mais tarde Fury concedeu o pedido de Coulson por equipamentos e pessoal para formar uma nova equipe da S.H.I.E.L.D.[8] Fury atribuiu a Agente Melinda May para propor os parâmetros da equipe, sabendo que Coulson a recrutaria, e para mantê-lo atualizado sobre o estado de Coulson.[9]

Fury mais tarde repreendeu Coulson pelos danos no Ônibus após uma batalha com soldados Peruanos por causa de uma arma da Hidra. Ele recusou que quaisquer novas adições estéticas fossem colocadas no Ônibus e alertou Coulson que sua consultora civil, Skye, um membro conhecido da Maré Crescente, era um risco.[10]

Após Coulson descobrir a verdade por trás de sua suposta recuperação no Taiti, Fury enviou uma pasta contendo todas as informações sobre sua ressurreição.[11] Em seguida, Fury sumiu quando Coulson procurou entrar em contato com ele para saber a verdade por trás da Casa de Hóspedes e a droga GH-325 usada para curar suas feridas.[12] Quando May mais tarde lhe informou que Coulson sabia do cadáver da Casa de Hóspedes a partir do qual a droga GH vinha, Fury retornou ao Triskelion para contar a Coulson toda a verdade. No entanto, as circunstâncias impediram eles de se encontrar, já que o avião de Coulson foi remotamente sequestrado por Victoria Hand.[9]

Projeto: Insight

Após a batalha de Nova York, o governo concedeu a S.H.I.E.L.D. mais fundos para investir na segurança interna, para o qual o "Projeto Insight" foi criado, uma rede de segurança formada por três fortemente armados Aeroporta-Aviões para proteger a Terra. No entanto, Fury descobriu que algo estranho estava acontecendo e contratou o mercenário Georges Batroc para sequestrar um barco da S.H.I.E.L.D. relacionado ao Projeto Insight, então durante a missão de resgate, a Viúva Negra iria secretamente recuperar os arquivos confidenciais.

Após recuperar os dados, Fury tentou abrir os arquivos, mas descobriu que eles estavam altamente protegidos. Ele convenceu seu amigo e membro da Conselho de Segurança Mundial Alexander Pierce a atrasar o Projeto Insight, pois a S.H.I.E.L.D. poderia ter sido comprometida.[13]

O Soldado Invernal

Fury logo foi atacado pelo misterioso Soldado Invernal e por agentes corruptos da S.H.I.E.L.D. Ele mal escapou com vida e foi até a casa do Capitão América, onde ele disse a Steve que a S.H.I.E.L.D. foi comprometida e que ele não devia confiar em ninguém. Antes de ser baleado pelo Soldado Invernal, o qual havia o localizado, Fury deu a Steve um flash drive com os arquivos confidenciais. Nick foi transportado para um hospital, mas ao chegar lá seus sinais vitais pararam e os médicos não conseguiram reanimá-lo. Seu corpo foi então recuperado por Maria Hill.

Fury teve sucesso em falsificar a sua morte, usando uma droga que reduzia o seu pulso, e foi levado para um local secreto para se recuperar. Só um pequeno punhado de pessoas de confiança tinham conhecimento de que ele havia sobrevivido, e esse pequeno grupo expandiu quando Maria Hill retornou de uma missão de resgate com o Capitão América, a Viúva Negra, e seu aliado Falcão.

Os fugitivos falaram de sua descoberta que a S.H.I.E.L.D. havia sido influenciada pela Hidra quase desde a sua fundação, e Pierce era o líder da conspiração. Pierce queria usar os três Aeroporta-Aviões para massacrar qualquer pessoa que pudesse interferir com a nova ordem mundial da Hidra, e planejava lançá-los em breve. Fury deu a eles três chips de controle (um para o núcleo de cada Aeroporta-Aviões), com a qual iria sobrepor os sistemas de controle de fogo dos Aeroporta-Aviões e acabar com os planos de Pierce.[13]

Luta Contra a Hidra

Quando o Capitão América e o Falcão entraram nos Aeroporta-Aviões e os reprogramaram com sucesso, Nick revelou a sua sobrevivência a Alexander Pierce, e com a ajuda da viúva negra, o forçou a liberar cada um dos segredos da S.H.I.E.L.D. para o mundo. Ele até mesmo conseguiu contornar o problema de suas verificações de retina terem sido apagados por revelar a Pierce que ele tinha uma segunda verificação de retina usando seu olho esquerdo danificado. Pierce aproveitou uma oportunidade de escapar, mas Fury atirou nele e o matou.

Após deixar a S.H.I.E.L.D. em ruínas para atrás, Fury queimou seus pertences e, depois de dizer adeus a Steve Rogers, foi para a Europa, a fim de caçar as células restantes da Hidra.[13]

Fury deixaria sua sobrevivência um segredo para todos, com exceção de alguns agentes selecionados, como Maria Hill, Eric Koenig, e Phil Coulson.[14]

Fury fez uma reaparição surpresa quando ele veio ao resgate de Jemma Simmons e Leo Fitz depois de terem sido ejetados do Ônibus para o oceano. Ele pediu a Simmons para levá-lo até Coulson, o que lhe permitiu se juntar ao seu colega em um ataque com poucos recursos a uma célula da Hidra liderada por John Garrett. No entanto, Fury veio preparado, e forneceu a Coulson a arma Destroyer para derrotar os soldados da Centopeia que defendiam a instalação da Cybertech. Ele e Coulson então começaram a insultar Garrett para ganhar tempo o suficiente para Skye quebrar o controle de Garrett sobre Mike Peterson, permitindo que Peterson se virasse contra Garrett.

De volta a bordo do Ôbius, Coulson repreendeu severamente o antigo diretor da S.H.I.E.L.D. pelo o uso do TAHITI para ressuscitá-lo. Por sua vez, Fury calmamente apontou que ele não havia sofrido qualquer um dos principais efeitos colaterais mental e declarou que a razão que ele trouxe de volta Coulson foi porque aos seus olhos, Coulson era um Vingador. Ele então deu a Coulson uma pequena caixa preta, com as instruções necessárias para reconstruir a S.H.I.E.L.D., e nomeou Coulson como o novo diretor. Fury então partiu para perseguir um empreendimento clandestino por conta própria.[15]

Era de Ultron

Após os Vingadores perderem seu primeiro confronto contra Ultron e se esconderem na fazenda de Barton para se reagruparem, Nick Fury fez contato com a equipe para informá-los de que ele esteve rastreando os movimentos de Ultron, incluindo suas tentativas de acessar o estoque de armas nucleares da Terra e seus esforços para criar um novo corpo para si mesmo. Percebendo que algo estava agindo para combater os hackeamentos de Ultron, Tony foi capaz de recuperar o que restou de J.A.R.V.I.S., enquanto Rogers, Barton e Romanoff roubaram o novo corpo de Ultron, permitindo a eles combinar os dois com a Joia da Mente no cetro de Loki para formar uma nova entidade, que veio a ser conhecida como Visão. Quando Ultron atacou Sokovia, Fury usou um velho Aeroporta-Aviões para ajudar os Vingadores a evacuar os civis, enquanto destruía o exército do robôs de Ultron.[16]

Habilidades

Nick Fury é um mestre estrategista e um astuto julgador de caráter. Ele usa esses talentos para obter excelentes resultados em sua liderança da S.H.I.E.L.D., criando vários planos para uma variedade de cenários.

Fraquezas

Fúria possui uma percepção de profundidade prejudicada, devido à perda da visão no olho esquerdo.


Equipamento

Fury anteriormente operava com tecnologia anos à frente das forças tradicionais.

Transporte

Anteriormente veículos da S.H.I.E.L.D.

Armas

  • Armas de fogo militares Americanas (padrão e automática).
  • Smith & Wesson M&P (arma pessoal)

Explore e Discuta

Notas de Rodapé



O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.