FANDOM


Cuidado... spoilers!

Essa página pode conter spoilers da trama ou detalhes do final de histórias que ainda não foram públicadas ou transmitidas.




Quote1 You não viu essa vindo? Quote2
-- Pietro Maximoff fonte 

Infância

Pietro Maximoff e sua irmã gêmea Wanda são sobreviventes de um ataque de míssil das Indústrias Stark no país de Sokovia. Seus pais, no entanto, foram mortos. Os gêmeos passaram alguns dias presos nos escombros de sua casa antes de serem resgatados. Eles viveram como órfãos sem-teto pelo restante de suas infâncias, guardando rancor de Tony Stark por causa disso.[1]

Era dos Milagres

Pietro e Wanda eram mais tarde dois dos inúmeros manifestantes contra o governo de Sokovia recrutados pelo Barão Strucker para sofrerem experimentos, em troca de libertar o poder que eles queriam para ajudar a sua causa.[2]

Os gêmeos haviam sido os únicos que sobreviveram aos experimentos da Hidra com melhorias alienígenas.[3] Em sua cela, ele foi mostrado correndo rapidamente entre as paredes, vibrando enquanto seu corpo provavelmente tentava se ajustar a sua nova velocidade.[4]

Quando os Vingadores invadiram a fortaleza de Strucker em Sokovia, Wanda e Pietro ajudaram em sua defesa, com Pietro interceptando algumas das flechas do Gavião Arqueiro para que elas não alcançassem seus alvos. Embora Strucker tenha sido capturado e o Homem de Ferro tenha recuperado o cetro, os gêmeos permitiram que ele o levasse, com Wanda tendo ativado uma visão em Tony que o faria usar o cetro para causar problemas para os Vingadores.

Aliança com Ultron

Após Ultron escapar da Torre dos Vingadores através da internet, ele se baixou em um novo corpo feito do trabalho de Strucker com robótica e então ofereceu ajuda para Wanda e Pietro. Eles se encontraram em uma igreja em Sokovia, de onde Ultron os levou a sua base de operações e pediu a eles para o ajudar a derrotar os Vingadores. Wanda e Pietro concordaram, afirmando que os mísseis de Stark eram a razão de seus pais terem sido mortos.

Wanda e Pietro então auxiliaram Ultron em tomar vibranium do fornecedor do mercado negro Ulysses Klaue. Os Vingadores confrontaram Ultron e os gêmeos, com Pietro mantendo a Viúva Negra e o Capitão América de guarda baixa, enquanto o Homem de Ferro enfrentava Ultron e Wanda usava seus poderes para tirar Thor de cena e enviar o Hulk em um ataque de fúria por toda Joanesburgo.

Pietro e Wanda acompanharam Ultron até o laboratório da Dra. Helen Cho, onde ele pretendia forçar a Dra. Cho a construir seu novo corpo utilizando o vibranium roubado. Enquanto o novo corpo de Ultron estava sendo construído, o poder de Wanda deu a ela uma visão do verdadeiro plano de Ultron: extinguir a humanidade. Ela e Pietro se rebelaram contra Ultron e liberaram a Dra. Cho do controle mental do robô. Quando os Vingadores tentaram roubar novo corpo de Ultron, Pietro ajudou o Capitão América e sua irmã a lidar com um trem desgovernado em Seul, com Pietro tirando os civis fora do caminho, enquanto Rogers e sua irmã paravam o trem.

Juntando-se aos Vingadores

Pietro foi até a Torre dos Vingadores, acompanhada por Wanda e o Capitão América, justo quando Tony Stark e Bruce Banner estavam prestes a ativar o próxima corpo de Ultron, mas com a I.A. de J.A.R.V.I.S. nele. Pietro impediu que o download inicial acontecesse, mas Thor então acertou o corpo com um raio, o ativando de modo que todos os presentes pudessem testemunhar o nascimento do Visão.

Os gêmeos decidiram ajudar os Vingadores contra o ataque final de Ultron em Sokovia. Enquanto Sokovia estava sendo erguida por Ultron, Pietro ajudou os Vingadores a enfrentar o exército de drones de Ultron. Quando Nick Fury chegou com um Aeroporta-Aviões para ajudar o povo de Sokovia a sair com segurança, Pietro reconheceu que o verdadeiro propósito da S.H.I.E.L.D. era algo que ele poderia aprovar, usando sua velocidade para ajudar a evacuar vários dos civis que restavam.

Arquivo:Pietro Maximoff (Earth-199999) running.png

Morte

Quando Ultron roubou o Quinjet, ele abriu fogo contra os Vingadores com suas metralhadoras. Embora a maioria dos Vingadores foram capazes de alcançar uma cobertura ou eram naturalmente à prova de balas, Pietro se sacrificou para empurrar o Gavião Arqueiro e uma criança para trás de um ônibus em segurança, sofrendo graves ferimentos de bala no processo. Wanda sentiu sua morte, levando-a a arrancar o "coração" do Ultron para fora de seu corpo principal em vingança pela sua própria perda.

Em reconhecimento ao papel de Pietro em salvar sua vida, Clint nomeou seu novo filho de "Nathaniel Pietro Barton" em homenagem a Natasha e Pietro. Wanda então se juntou aos Vingadores depois que a equipe passou por uma reorganização, quando metade deles partiu para lidar com seus próprios assuntos.[1]

Poderes

Os procedimentos aos quais ele foi submetido concederam a Pietro as seguintes habilidades:

  • Velocidade Aprimorada
  • Resistência Aprimorada
  • Vigor Aprimorado
  • Reflexos Aprimorados
  • Processo Mental Aprimorado
  • Precisão Aprimorada
  • Metabolismo Aprimorado
  • Homeostase Térmica Melhorada




  • O diretor de Vingadores: Era de Ultron, Joss Whedon, tentou manter a morte de Mercúrio uma surpresa por anunciar que Aaron Taylor-Johnson tinha um contrato de três filmes.
  • Uma cena alternativa do filme contava com Mercúrio sobrevivendo a saraivada de balas e se recuperando com a tecnologia da Dra. Helen Cho. Ele teria se juntado aos novos Vingadores com um novo uniforme, ao lado de Wanda.
  • Pietro nasceu 12 minutos antes de Wanda.[1]
  • Este é a segundo super-herói da Marvel interpretado por Aaron Taylor-Johnson, depois de Kick-Ass: Quebrando Tudo. Coincidentemente, nesse filme ele co-estrelou com Evan Peters, o qual interpretou outra versão do Mercúrio nos filmes dos X-Men.

Explore e Discuta

Notas de Rodapé

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.