FANDOM






Quote1 Não olhe pra mim. Eu faço o que ele faz, só que mais lento. Quote2
-- Sam Wilson fonte 

Carreira Militar

Sam Wilson era um Pararescuemen da Força Aérea dos Estados Unidos, e o operador de uma mochila a jato Falcão Exo-7, o qual se separou do serviço ativo algum tempo após ver seu melhor amigo Riley ser abatido ao lado dele em uma missão. Tendo sido transferido para Washington, Wilson criou um grupo de apoio para ex-soldados que estavam lutando para se ajustarem após o seu regresso à vida civil.

Encontrando-se com o Capitão América

Enquanto ele estava em uma corrida matinal pelas ruas de Washington D.C., Wilson se encontrou com o Capitão América, o qual também estava correndo na mesma rota e conseguiu o ultrapassar diversas vezes. Após Wilson parar para recuperar o fôlego, Rogers veio e eles falaram sobre seus estados como veteranos e tempo servindo as forças Armados dos EUA. A conversa foi interrompida quando Rogers foi enviado para uma missão.

Adquirindo o Traje

Quando Rogers descobriu que a S.H.I.E.L.D. foi subvertida pela Hidra, ele e sua colega Natasha Romanoff contactaram Wilson para pedirem ajuda, já que ele era um homem em quem Rogers tinha certeza que podia confiar, pois ele não teve nenhum papel ativo na S.H.I.E.L.D. Wilson concordou em participar do seu plano, e pediu a eles para obter uma asa Falcão Exo-7, a qual estava armazenada, para ele pudesse ajudá-los com seu plano.

Com o Falcão Exo-7 adquirido, Wilson foi capaz de ajudar Rogers e Romanoff a interrogar o agente da Hidra Jasper Sitwell.

Confrontando o Soldado Invernal

Após interrogarem Sitwell, Rogers, Wilson e Romanoff o levaram no carro em direção ao Triskelion. No entanto, eles foram atacados pelo Soldado Invernal. Wilson deu a Romanoff e Rogers cobertura, por usar uma submetralhadora para lutar e eliminar os agentes da Hidra.

Após matar os agentes da Hidra, ele pegou sua Armadura Falcão Exo-7. Wilson viu Rogers enfrentar o Soldado Invernal, ele então entrou na luta e chutou o Soldado Invernal para longe. Antes que eles pudessem fugir, Wilson, Rogers e Romanoff foram pegos por infiltrados da Hidra que estavam dentro da S.H.I.E.L.D., liderados por Brock Rumlow.

Encontrando-se com Nick Fury

Embora o trio tenha sido capturado, eles foram resgatados da van que estavam sendo transportados por Maria Hill, e levados até Nick Fury, o qual havia forjado sua morte e tinha um plano para evitar que a Hidra massacrasse milhões de pessoas. Fury queria interromper a liberação de três novos Aeroporta-Aviões da S.H.I.E.L.D., o que envolvia substituir três chips de controle de mira, um para cada aeronave, e precisava do Capitão América para completar a tarefa. Sam prontamente aceitou o desafio para ajudar no plano de Fury também.

O Falcão provou ser um trunfo valioso graças à sua capacidade de voar quando os Aeroporta-Aviões decolaram. Ele atraiu os disparos de ambas as baterias de artilharia do Aeroporta-Aviões e os ataques do Quinjet, enquanto o Capitão América conseguiu reprogramar dois dos três Aeroporta-Aviões, antes de encontrou o Soldado Invernal no terceiro. Uma das asas de Sam foi danificada pelo Soldado Invernal, e ele foi forçado a pousar no Triskelion usando um pára-quedas em sua mochila.

Duelo com Brock Rumlow

Ao entrar no Triskelion, Sam se encontrou com Brock Rumlow. Os dois entraram em um brutal combate corpo-a-corpo. Rumlow conseguiu ganhar vantagem sobre Wilson, devido as suas técnicas de luta. A batalha deles foi interrompida quando Wilson viu o último aeroporta-aviões vindo na direção deles. Wilson correu para se salvar, enquanto Rumlow foi enterrado sob os destroços. Sam conseguiu escapar do Triskelion em colapso, saltando para um helicóptero próximo que estava sendo pilotado por Romanoff.

Rogers havia sido gravemente ferido, e acabou quase se afogando, por causa de sua batalha contra o Soldado Invernal. Mais tarde, Sam ficou ao seu lado no hospital até ele acordar. Após visitar o túmulo de Nick Fury onde eles se encontraram com Nick, o qual havia mantido sua sobrevivência um segredo, Steve e Sam foram abordados por Natasha, a qual deu a Steve um dossiê sobre Bucky e o programa Soldado Invernal, pois Steve planejava procurar por ele. Sam decidiu seguir Steve.[1]

A Caçada pelo Soldado Invernal

Nos meses seguintes, no entanto, Steve voltou para os Vingadores para ajudá-los a caçar as últimos grandes bases da Hidra, deixando Sam para perseguir as pistas sobre o Soldado Invernal por conta própria. Depois de os Vingadores capturarem o Barão Strucker e o Cetro de Loki na última base da Hidra, Sam foi convidado para a festa na Torre dos Vingadores, durante a qual ele brincou com Steve sobre o tempo que eles permaneceram separados, mas assegurou a seu amigo que ele entendia a necessidade de Steve em estar com os Vingadores, mesmo alegando que o papel não era para ele.

Vingadores

Sam foi um dos heróis escolhidos por Steve Rogers para servir na nova equipe de Vingadores, a qual incluía Steve, Natasha, Coronel James Rhodes (Máquina de Combate), Wanda Maximoff e o Visão.[2]

Confronto no Complexo dos Vingadores

Meses mais tarde, Sam estava na Instalação dos Novos Vingadores quando o sistema de segurança do local detectou algo anômalo. Ele passou a investigar e se deparou com o Homem-Formiga tentando entrar na instalação despercebido. Sam tentou agarrar o intruso, o qual se chamava de Homem-Formiga, mas Lang resistiu e lutou contra ele. Sam foi pego completamente de surpresa pela capacidade do seu adversário de aumentar e diminuir o seu tamanho à vontade e acabou se mostrando incapaz de impedi-lo de roubar um velho pedaço de equipamentos armazenados na instalação. Frustrado pelo encontro, ele pesquisou sobre o homem em uma tentativa de localizá-lo.

Enfrentando o Ossos Cruzados

Sam continuou treinando como um Vingadores com Steve e o resto da equipe. A força dele e de Steve como uma dupla cresceu ainda mais forte. Um dia, Sam informou Steve que um ex-agente da Hidra foi detectado viajando pela África, especificamente para a Nigéria. Sam e Steve presumiram que era Bucky. Eles reuniram a equipe e se dirigiu para Lagos, na Nigéria, para apreender Bucky. No entanto, enquanto eles estavam se aproximando, a inteligência revelou que o ex-agente da Hidra era Brock Rumlow, agora usando o codinome "Ossos Cruzados", em vez de Bucky.[3]

Eles chegaram em Lagos, na Nigéria, e começaram a realizar o reconhecimento, procurando pelo Ossos Cruzados. Natasha e Wanda foram às ruas, enquanto Steve levou a equipe para um edifício nas proximidades. Sam patrulhava o local do alto de um prédio, e foi capaz de identificar o caminhão do Ossos Cruzados com seu drone Asa Vermelha. Ossos Cruzados invadiu o Instituto de Doenças Infecciosas do edifício, e tentou liberar uma toxina mortal, mas os Vingadores rapidamente passaram por seu grupo de mercenários, detendo ele. No entanto, ele distraiu Steve por um momento ao mencionar Bucky, permitindo que ele detonasse uma bomba suicida. Wanda rapidamente agiu para salvar Steve, erguendo o Ossos Cruzados para o céu, mas isso só fez com que a bomba matasse as pessoas que estavam no edifício próximo deles. Os Vingadores auxiliaram as tropas de incêndio e resgate para resgatar as pessoas afetadas.

O Tratado de Sokovia

As ações dos Vingadores em Lagos despertou muita controvérsia entre as pessoas e os governos do mundo. No mês seguinte, Tony retornou para a base dos Vingadores com o Secretário de Estado Thaddeus Ross. Ross mostrou imagens da destruição causada por suas batalhas em Nova York, Washington, Sokovia e Lagos. Ele também apresentou a eles o Tratado de Sokovia, um documento de diretrizes propostas pela Nações Unidas a fim de manter os Vingadores sob controle em todos os momentos. A ideia de permitir que o governo controlasse os Vingadores foi muito divisória, com Sam e Steve protestando fortemente, enquanto Tony, Rhodey, Visão e Natasha votaram em assinar.

A Busca por Bucky Continua

Sam acompanhou Steve quando ele foi para o funeral de seu antigo amor Peggy Carter, e escutaram a sobrinha dela, Sharon Carter, discursar. Eles mais tarde foram para o hotel onde Sharon estava ficando e descobriram que Bucky havia reaparecido e aparentemente bombardeou a conferência das Nações Unidas em Viena. Steve chamou Natasha, a qual estava na conferência, para obter mais informações, mas Natasha disse a ele para ficar de fora. Steve decidiu ir atrás de Bucky, e Sam se ofereceu para ajudá-lo sem hesitação.

Eles encontraram Bucky escondido na Roménia. Sam protegeu o edifício, enquanto Steve teve uma conversa com ele. Sam informou a Steve que a polícia Romena estava se aproximando deles, mas Bucky não iria sair com Steve. Os dois foram perseguidos pela polícia até saírem do prédio, onde eles se encontraram com o Pantera Negra. A perseguição os levou para as ruas, mas foram eventualmente parados e o Máquina de Combate chegou para prendê-los. Sam foi levado com os outros para o Edifício do Centro Comum Contra Terrorista na Alemanha. No caminho até lá, Sam, brincando, perguntou a T'Challa se ele gostava de gatos. T'Challa revelou a eles que o Pantera Negra era um manto passado para cada geração de reis Wakandianos, e como o Soldado Invernal havia matado seu pai no atentado de Viena, ele agora era a Pantera Negra e estava à procura de vingança.

Prendendo o Soldado Invernal

Eles chegaram ao Centro Comum Contra Terrorista, e foram recebidos por Sharon e Everett Ross. Ross informou que eles iriam confiscar todos os seus equipamentos. Sam ameaçou que era melhor ele não ver ninguém voando em seu traje. Ele também ficou irritado por identificarem seu traje de voo como "uniforme de pássaro". Mais tarde, eles ouviram o interrogatório de Bucky com um psiquiatra. Steve começou a suspeitar sobre a rapidez com que o Centro Comum Contra Terrorista foi capaz de localizar Bucky, contra a caça de dois anos dele e de Sam. Durante o interrogatório, a energia acabou, o que fez com que Steve e Sam corressem para onde Bucky estava sendo mantido. Eles encontraram o psiquiatra no chão, pedindo ajuda, e Steve o prendeu contra a parede, questionando quem ele era. Ele revelou ser alguém que desejava ver um império cair. Sam foi atacado e nocauteado pelo Soldado Invernal.

Após isso, Sam e Steve foram para edifício abandonado, depois de terem escapado do Centro Comum Contra Terrorista com Bucky. Eles questionaram Bucky, o qual havia sofrido lavagem cerebral quando atacou os outros. Bucky revelou que ele acreditava que o psiquiatra estava querendo libertar os outros Soldados Invernais do estase em uma base na Sibéria. Sam afirmou que a situação deles teria sido muito mais simples antes dos Tratado de Sokovia entrar em jogo. Steve sugeriu que eles tentassem pedir ajuda para Tony, mas Sam considerou uma péssima ideia. Sam chamou os Vingadores que estavam do lado do Capitão para se reunirem, também dizendo a Steve que ele conhecia um cara que poderia ajudar.

Confronto com o Homem de Ferro

Sam e Steve chamaram o Gavião Arqueiro de sua aposentadoria para recuperar Wanda da instalação e o Homem-Formiga de São Francisco. Sam apresentou o Homem-Formiga para Steve, e disse que seu encontro alguns meses antes foi um bom teste, mas que "isso nunca iria acontecer de novo." Steve disse a todos o plano para chegar a um helicóptero dentro do aeroporto nas proximidades, e também para se prepararem. Sam e Bucky entraram no terminal do aeroporto para procurarem pelo Quinjet dos Vingadores. A equipe de heróis do Homem de Ferro apareceu para prender a equipe do Capitão América. Sam e Bucky foram primeiro atacados pelo Homem-Aranha. Sam zombou do traje e habilidades dele, dizendo que "todo mundo tem uma bugiganga agora." No entanto, o Homem-Aranha conseguiu prender ele e Bucky em sua teia extremamente apertado. Sam conseguiu escapar das teias e juntou-se a batalha.

Ele lutou pela maior parte no céu com o Máquina de Combate, o Homem de Ferro e o Visão. Logo, ele falou para Steve que nem todo mundo iria escapar da batalha, então ele mandou Steve e Bucky para serem os únicos a voar para a Sibéria. Steve levou Bucky ao Quinjet e voou para longe. O Homem de Ferro e o Máquina de Combate os perseguiram, e o Falcão seguiu atrás deles. O Falcão se esquivou de um raio laser disparado pelo Visão contra ele, o qual acabou derrubando o Máquina de Combate. O Máquina de Combate caiu contra o chão com toda força. O Homem de Ferro voou até ele e o encontrou inconsciente. O Falcão também desceu do céu e pediu desculpas, ao que o Homem de Ferro respondeu atirando nele com seu raio repulsor.

Vingadores Divididos

Sam foi mais tarde preso com o Gavião Arqueiro, o Homem-Formiga e Wanda na Balsa, sob a supervisão do Secretário Ross. Sam perguntou como Rhodes estava quando Tony passou pela sua celular. Tony o informou sobre o estado dele, e perguntou como Sam estava. Sam questionou sua abordagem de policial bom e disse que ele teria que ir de policial mau se quisesse obter qualquer informação dele. Tony desligou a filmagem de segurança, e admitiu que estava errado para Sam e que o homem que fingia ser psiquiatra de Bucky era o cérebro por trás de tudo isso. Sam disse a Tony onde Steve estava quando ele prometeu que iria sozinho e como um amigo.

Fuga

Depois de alguns dias após o confronto na Sibéria, Rogers chegou à Balsa e ajudou Wilson, Barton, Lang e Maximoff a escapar da prisão.[4]

Habilidades

  • Aconselhamento: Sam Wilson é um experiente conselheiro para os ex-militares que lutam para lidar com a reintegração à vida civil.
  • Mestre Combatente: O Falcão foi treinado em inúmeras formas de combate, especificamente combate aéreo e desarmado. O estilo de luta de Wilson inclui uma combinação de improvisação com armas de fogo, manobras aéreas, como mergulho e agarramento aéreo, e ténicas modernas de combate do exército. As técnicas de luta de Wilson derivam elementos do Muay Thai, Boxe e Taekwondo.
  • Mestre Acrobata: A fim de suportar a mudança de equilíbrio causada pelo voo, Wilson é um perito em acrobacia.



Equipamento

  • Falcão Exo-7: Sam é capaz de voar usando o Falcão Exo-7, uma mochila a jato com asas ligadas a ela.[1]
  • Óculos de Ampliação: Sam tem um par de óculos que não só protegem os olhos durante voos de alta velocidade, mas também conferem uma alta ampliação, dando-lhe tanto visão telescópica como microscópica.[5]
  • Asa Vermelha: Um pequeno drone controlado remotamente que Sam usa para vigilância e combate. Fica armazenado na parte de trás de seu traje quando não está em uso.

Armas

Submetralhadoras Steyr SPP que podem ser separados/conectadas às asas.

O suéter que Wilson está vestindo quando aparece pela primeira vez possui o emblema da Guarda Nacional Aérea Americana nele.

Explore e Discuta

Notas de Rodapé

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.