FANDOM




Quote1 Elas eram minhas amigas. Elas eram a Força-V. Mas isso -- isso não e aquele mundo. Eu sei, de alguma forma, aquele mundo -- se foi. Quote2
-- Singularidade fonte 

Guerras Secretas

A origem da Singularidade e seu passado são em grande parte um mistério. Ela apareceu pela primeira vez como um meteorito atravessando o céu e caindo no domínio do Mundo Bélico de Arcádia próximo ao Farol Bishop, onde Nico Minoru estava de luto pelo exílio de sua amiga Miss América para o O Escudo.[3]

Singularity (Multiverse) from A-Force Vol 1 1 001

Singularidade encontra Nico.

Nico levou a garota da cratera para casa e tentou falar com ela, mas ela não havia falado uma única palavra desde que elas se conheceram pela primeira vez. Quando Loki entrou na sala, querendo consolar Nico por causa do que aconteceu com a Miss América, ela descobriu a garota que Nico havia encontrado e disse que ela devia ser mostrada ao resto da Força-V.

Quando a garota foi apresentada para a equipe, Medusa a tocou com seus cabelos, surpreendendo-a. De repente, um portal se abriu bem acima das mulheres, soltando um Sentinela hostil no meio delas. Quando a equipe o derrotou, a estranha garota mostrou o poder de teletransportar a si mesma e aos outros, salvando Cristal, além dos espectadores inocentes. Imediatamente após a luta ser ganha, Medusa acusou a garota de ser responsável pelo portal. Céptica, a Mulher-Hulk tentou determinar a verdadeira fonte do portal, saltando através do portal que a Sentinela passou, levando-a para um Bronx devastado.[4]

Pouco depois da Mulher-Hulk chegar aos Territórios dos Sentinelas, ela foi atacada por um grupo de Thors por ter deixado seu domínio. Ela lutou contra eles e saltou de volta pelo portal mais uma vez, onde conclui que a magia ligada a ele deve ter vindo de Arcádia, por isso deve haver um traidor entre eles que tentou culpar a menina estranha e que também era responsável pelo exílio da Miss América.

Assim que a Mulher-Hulk explicou isso para seus companheiros de equipe, os Thors que ela havia enfrentado anteriormente apareceram e planejavam exilá-la também. Medusa deu aos outros uma chance de fugir, jogando os Thors de volta através do portal, o que resultou em sua morte, tendo sido acertada por um raio de Gamora.

Enquanto a Força-V lamentava a perda de Medusa, a Mulher-Hulk deu a ordem de alertar o resto da Arcádia, pois sabia que a Tropa Thor voltaria por ela. Quando ela anunciou o plano para sua equipe, Nico a interrompeu porque a estranha garota tinha algo para mostrá-los. Para compensar a bondade e confiança que lhe haviam sido mostradas, a recém-chegada se ofereceu para esconder a Força-V dentro de si mesma, falando sua primeira palavra: "Escondam-se".[5]

A estranha garota então envolveu a Capitã Marvel, Cristal, Mulher-Hulk e Nico e fugiu da cidade para o bosque, onde ela os soltou para se esconderem. A Mulher-Hulk terminou de explicar a sua equipe que a magia usada para os portais não só foi gerada pela magia Arcádiana, mas também devia ser alimentada por magia Asgardiana, já que ela havia visto uma ponte de arco-íris quando pulou através do portal.

Enquanto isso, os Thors declararam a Força-V criminosos, e agradeceram Loki por sua lealdade a Destino, afirmando que ela provavelmente se tornaria a próxima baronesa de seu domínio. Enquanto Loki falava sobre manter Arcádia segura e aceitar o trono, ela foi subitamente atacada pela Força-V, as quais novamente usaram a estranha garota como um meio de transporte.

Loki foi derrotada na batalha e os Thors perceberam que ela havia sido a traidora o tempo todo. Quando Loki aceitou que não havia mais chances de ela governar Arcádia, usou sua magia para criar um enorme buraco no Escudo, o qual protegia Arcádia das Terras Mortas.[6]

Singularity (Multiverse) from A-Force Vol 1 5 001

Singularidade derrotando o exército de mortos-vivos.

Enquanto Arcádia era atacada pelo exército de Zumbis, os heróis e heroínas do domínio se uniram para derrotá-los. Quando Nico estava prestes a ser atacada pelo mesmo Megalodon que fez com que a Miss América fosse exilada, a estranha garota apareceu para salvá-la do ataque do monstro e sussurrou seu nome na orelha de Nico, Singularidade. Para salvar seus amigos e o domínio, Singularidade então absorveu todos os mortos-vivos, voou para o céu, e explodiu em um flash de luz ao dizer adeus.

Ao fim da batalha, a Mulher-Hulk confortou Nico, dizendo a ela que o sacrifício de Singularidade fez os membros da Força-V pessoas melhores. No entanto, Singularidade não havia realmente se ido, mas estava literalmente descansando entre as estrelas.[7]

Totalmente Nova e Diferente Marvel

A Singularidade em seguida surgiu na Terra-616 depois que a Tropa Alfa encontrou o Antimatéria perto da Estação Espacial de Órbita Baixa Tropa Alfa.[8] Ela se lembrava de seu tempo em Arcádia, mas instintivamente sabia que aquele mundo havia desaparecido e que este era diferente. Procurando por algo familiar, ela encontrou Carol Danvers a bordo da nave, mas ficou triste ao descobrir que a Capitã Marvel não a reconheceu. Quando o Antimatéria retornou, Singularidade podia ouvir a entidade em sua cabeça, e roubou uma Cápsula de Suporte de Vida para fugir.

Novamente procurando por qualquer coisa familiar, ela desceu para a Terra, a cápsula levando Singularidade para a Cidade de Nova York, atingindo Nova Attilan antes de aterrissar em Manhattan, onde ela encontrou Jen Walters. Infelizmente, a Mulher-Hulk também não se lembrava dela e as duas foram atacadas pelo Antimatéria, o qual perseguiu a Singularidade desde a órbita. As duas enfrentaram o Antimatéria, mas foram superadas com facilidade. Quando a Rainha Medusa chegou com uma grande força de Inumanos, Singularidade reconheceu sua voz e ficou alegre por vê-la viva. No entanto, Medusa tinha outras ideias e colocou algemas em Singularidade, planejando entregá-la para o Antimatéria.[9]

Quando o Antimatéria matou um Inumano, isso convenceu Medusa de que a Mulher-Hulk estava certa, eles não podiam simplesmente entregar a Singularidade, e então o trio se uniu, mas rapidamente descobriram que ainda não eram o bastante para derrotá-lo. Medusa usou um protótipo tecnológico para conseguir algum tempo para elas, teletransportando o Antimatéria para um destino desconhecido, o qual acabou sendo próximo a Lua. Decidindo que precisavam da ajuda de alguém que era o "oposto de socar", as três foram teletransportadas sem aviso pela Singularidade para o Japão, acabando parando no casamento da prima de Nico Minoru. Elas rapidamente explicaram a situação quando o Antimatéria apareceu novamente, apenas para ser banido temporariamente pela magia de Nico e seu Cajado do Absoluto.

Elas então exigiram que Singularidade se explicasse e o que ela sabia sobre a entidade perseguindo-a. Quando ela contou a eles sobre seu tempo em outra realidade, eles foram interrompidos por um telefonema da Capitã Marvel que estava monitorando a situação da sua nave e descreveu um plano criado pela Dra. Tempest Bell para usar Singularidade como isca para atrair o Antimatéria para uma situação em que poderia ser bombardeado com partículas de luz, a fim de reunir dados suficientes para encontrar a fraqueza desse novo adversário.

Animadamente Singularidade disse que conhecia alguém que poderia ajudar e as cinco mulheres foram parar em Miami, na Flórida, para procurar a ajuda de Alison Blaire. Singularidade correu para cumprimentar Cristal, apenas para ser rapidamente derrubada por um sogo direto em sua mandíbula. A inesperada raiva de Alison preocupou Singularidade, mas havia pouco tempo para fazer mais do que explicar a razão de sua presença antes que o Antimatéria chegasse novamente.[10]

Singularity (Multiverse) from A-Force Vol 2 3 001

Singularidade se teletransporta para longe do Antimatéria.

Após uma rajada de luz de Cristal, a Mulher-Hulk e Medusa tentaram conter o Antimatéria, enquanto a Capitã Marvel energizava um dispositivo de contenção, mas o equipamento falhou quando o Antimatéria sobrecarregou o sistema e os confrontou mais uma vez. Nico então usou um feitiço para remover a capacidade do Antimatéria de rastrear Singularidade, e ela então protegeu suas amigas, envolvendo-as com seu corpo e se teletransportando de volta para a nave da Tropa Alfa com as outras cinco mulheres dentro dela.

A Tenente Wendy Kawasaki então explicou os dados que havia recolhido a partir do experimento em Miami e a Dr. Bell indicou que ela poderia criar uma máquina que iria desfazer o Antimatéria. No entanto, havia um entrelaçamento quântico entre ele e Singularidade, o que significava que sua destruição também destruiria a Singularidade.

Houve uma breve pausa na ação, antes da equipe trocar para um traje espacial e sair lutar contra o Antimatéria fora da estação espacial. Durante a luta, Cristal foi atingida por uma rajada de energia, a qual a matou quando despressurizou seu traje espacial. De volta a nave, Singularidade culpou-se por ter sido convencida a ficar para trás, e perguntou a Nico se ela poderia ressuscitar Cristal, mas foi dito que era impossível. Entristecida pela perda de sua amiga, Singularidade então se teletransportou para a Área Azul da Lua sozinha, a fim de confrontar o Antimatéria de uma vez por todas.[11]

A Mulher-Hulk, Nico e a Capitã Marvel foram ajudar Singularidade, enquanto Medusa colocou uma Bomba Desestabilizadora Molecular dentro do Antimatéria. Quando a bomba explodiu, Cristal, a qual havia ressuscitado, teletransportou-se e levou a Singularidade para longe a tempo.[12]

Singularidade tem a curiosidade e a ingenuidade de uma criança.

Poderes

Singularidade é uma singularidade quântica senciente dentro da qual existe uma dimensão de bolso.[1]

Capa Envolvente: Singularidade é capaz de se desdobrar como uma capa, protegendo os outros dos danos através de um campo de energia, e até mesmo armazenar outros dentro de si mesma como uma forma de ocultação ou para transporte.[13]

Teletransporte: Singularidade possui a habilidade de gerar portais de teletransporte, permitindo que ela desloque pessoas e objetos.[6] Seu alcance efetivo é aparentemente ilimitado, já que ela é teletransportada até mesmo entre realidades.[8]

Voo: Singularidade é capaz de voar por meio de uma forma desconhecida de propulsão de energia.[7]

Rastreio Telepático: Singularidade demonstrou sentidos psíquicos aprimorados, permitindo que ela detecte e acompanhe outros seres sencientes por suas emanações psíquicas únicas, em vastas distâncias.[9]





Transporte

Singularity (Multiverse) from A-Force Vol 1 2 001

Singularidade como uma capa envolvente.

Seus próprios poderes de voo e teletransporte.

Explore e Discuta

Notas de Rodapé

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.