FANDOM






Quote1 Aicho Aicho Minno Mau, Aicho Aicho Minno Mau, Aicho Aicho Minno Mau... Quote2
-- Celestial Sonhador fonte 

Origem

Durante a Segunda Expedição Celestial, o Celestial Sonhador foi exilado por seus irmãos.

Arquivo:Tiamut (Earth-616).jpg

Na época, os Deviantes eram a força dominante na Terra, e o Celestial Sonhador estava pronto para chamar a Expedição para a colheita do planeta. No entanto, Arishem havia cancelado a ordem, e teve muitos dos Deviantes abatidos, embora não tenha tocado em outras espécies. Como isto era uma violação do seu protocolo, o Celestial Sonhador tentou assumir o comando, e atacou Arishem. O Celestial Sonhador então viu-se atacado por outros Celestiais, e ele foi aprisionado abaixo das montanhas. Por que eles fizeram isso, porém, ainda não está claro, e deve ser feito menção ao fato de que estes eventos foram contados pelo próprio Celestial Sonhador e ainda não foram refutados ou verificados.[1]

Os outros Celestiais arrancaram seu espírito de seu corpo e o colocaram em um dispositivo conhecido como "O Vial", com uma fração da alma do Celestial Sonhador usada para criar uma chave que poderia desbloquear o Vial. Os Celestiais então selaram o corpo do Celestial Sonhador em um cofre sob as Montanhas Diablo na Califórnia. Durante milênios, o Celestial dormiu. Eventualmente, o Deviante Sacerdote Ghaur refez a chave e bebeu a essência do Celestial Sonhador, dando assim ao Sacerdote a altura e o poder de um Celestial. Logo depois, o Celestial Sonhador se aproveitou disso e mentalmente controlou Ghaur para o libertar de seu sono eterno. Este plano foi frustrado pelos Vingadores e os Eternos, e o Vial foi selado mais uma vez.

Heróis Renascem

Após Franklin Richards transportar o Quarteto Fantástico e vários Vingadores para uma dimensão de bolso, o Celestial Sonhador encontrou uma brecha da sua prisão: a porta de entrada para o universo de bolso. O Celestial Sonhador descobriu que um dos seus parentes, a Celestial conhecida como Ashema, era a guardião do universo de bolso. Ele concluiu que a única maneira de sair desse universo de bolso era através dela, e começou a planejar o fim dela. Logo ele foi confrontado pelo Doutor Destino, Lancer, Technarx, e vários outros heróis. O Celestial Sonhador teve sucesso em capturar Ashema e escapar para sua dimensão natal, mas logo foi impedido por Destino e o Quarteto Fantástico.

A Horda

Os Deviantes eventualmente re-despertaram o Celestial Sonhador, o qual mudou de preto para dourado quando os raios do sol nascente o acertaram. No entanto, por razões ainda não reveladas, o Celestial Sonhador decidiu ficar contra a destruição da Terra como ele tinha planejado inicialmente, pelo menos no momento. O Celestial Sonhador decidiu esperar e julgar a humanidade por si mesmo por seus padrões desconhecidos. Nesse ínterim, ele informou Makkari que uma força devastadora chamada de A Horda, atraída para o planeta pelo despertar do Celestial, estava se dirigindo para a Terra.

Tiamut (Earth 616) 004

O Celestial Sonhador de pé no Golden Gate Park olhando sobre São Francisco

O Celestial Sonhador permaneceu silenciosamente no lugar, elevando-se acima de São Francisco onde ele acabou sendo transformado em uma atração turística. Embora o Celestial Sonhador esteja aparentemente adormecido, ele fala, e uma vez até falou através de Makkari, seu profeta.[10] Nessa ocasião, ele se referiu a si mesmo como Tiamut, o Comunicador.

Ele ajudou Makkari e os Eternos a encontrarem seus irmãos e irmãs que foram presos em sua forma humana, mas quando Makkari foi morto, ele iniciou um sistema contra falhas, a Canção do Adormecido, que colocou todos os seres humanos em um estado inconsciente até que o mundo fosse resetado para seu estado pré-habitado, destruindo toda a vida. Ele só estava disposta a acabar com a canção quando Sersi sacrificasse sua vida para permitir que Makkari renascesse em seu corpo.[11]

Arquivo:745031-individual 001.jpg

Após a Horda chegar na Terra, o Celestial Sonhador finalmente confrontou o Fulcrum, questionando seu próprio propósito. No processo, ele tirou o capacete, revelando um rosto humanoide brilhante. Ele então pediu ao Fulcrum para poupar a Terra, pois o Celestial estava finalmente se importando com o planeta. O Fulcrum declarou que esteve procurado um Celestial que iria se erguer acima de seu propósito desde antes dos tempos começaram, e pediu ao Sonhador para se tornar seu companheiro; ele aceitou.[12]

X-Men

Após criar um distração por fazer Magneto atacar São Francisco, o Alto Evolucionário removeu um item específico da cabeça do Celestial Sonhador através de um processo que Magneto refere-se a como uma "lobotomia". O objeto é utilizado em um experimento em Magneto que parece restaurar seu gene mutante.[13]

Tiamut (Earth 616) 003

Os X-Men pousando o Jato X próximo ao Celestial Sonhador no Golden Gate Park

Quando o Arcanjo procurou trazer a Era do Arcanjo, ele viajou até o Celestial Sonhador para recuperar uma Semente da Morte. Assim como Apocalipse antes dele, o Arcanjo desejava servir a evolução e precisava de deu Cavaleiro da Morte ao seu lado.[14]

Após a cisma entre os X-Men, o Sr. Sinistro retornou, e de alguma forma ativou o Celestial Sonhador. Enquanto os X-Men enfrentavam o corpo do Celestial, Sinistro utilizou sua cabeça para transformar parte de São Francisco em sua própria imagem.[15]

Poderes

Controle de energia cósmica com limite desconhecido. Armadura capaz de resistir a ataques de ogivas nucleares. Tiamut parece ser o mais poderoso Celestial, já que Galactus o temia e Uatu, o Vigia não conseguia ver nada quando ele acordou.[8]

Nível de Força

Além da Classe 100.




Transporte

Naves Celestial.

  • Em um futuro alternativo, o Celestial Sonhador acordou e transformou o devorador de mundos Galactus em uma arma que iria consumir todo o universo, deixando o Sonhador para se tornar o núcleo e o fundador de uma nova realidade mais sombria. O Quarteto Fantástico, Thor, Homem de Ferro e Gladiador de Shi'ar frustraram seus planos, resultando no Galactus consumindo o Renegado.

Explore e Discuta

Notas de Rodapé

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.