História

A Zona de Guerra é um dos inúmeros domínios do Mundo Bélico. Ele é composto do que era anteriormente uma versão dos Estados Unidos da Amperica, ele foi por muitos anos dividido em duas zonas, o Ferro e o Azul, devido a intensificação da Guerra Civil Sobre-Humana, a qual nunca acabou nesse universo.

Seis anos atrás, a Guerra Civil atingiu o seu ponto de maior tensão, quando o lado Pró-Registro e o Anti-Registro lutaram na Prisão 42 na Zona Negativa. Quando o Pantera Negra invadiu os sistemas da prisão, ele descobriu que um sistema de auto-destruição havia sido ativado pelo Homem de Ferro, o qual na verdade não sabia sobre a sua ativação. Quando a S.H.I.E.L.D. tentou chegar até ele e o Pantera os impediu, Maria Hill afirmou que o Pantera disse ter ativado o sistema de auto-destruição por ordens do Capitão América. Manto conseguiu teletransportar todos para longe da Zona Negativa para St. Louis, mas ele não foi capaz de fechar o portal a tempo, e uma parte da explosão atravessou ele na forma de um feixe de energia que destruiu uma parte da cidade, causando a morte de quinze milhões de pessoas no total.

A tensão entre os dois lados só aumentou, e os combates nunca terminaram. A invasão Skrull só acrescentou mais desconfiança para a situação, e o Duende Verde ainda teve uma breve ascensão ao poder. O conflito entre a comunidade sobre-humana se propagou para os cidadãos normais, os quais começaram a escolher lados entre Tony Stark e Steve Rogers. A nação se dividiu em duas em uma fronteira chamado de Brecha, a qual é marcada por um abismo que dividia o antigo local de St. Louis.

Tudo ao leste da fronteira é o lado de Stark, o Ferro, e tudo ao oeste da fronteira é o lado de Roger, o Azul. O Ferro é considerado como o governo legítimo pelo resto do Mundo Bélico, e como tal, o Presidente Stark age como Barão do domínio.

No presente, Miriam Sharpe convenceu tanto Rogers e Stark a iniciarem negociações de paz para reunir a nação, após o Ferro cortar os recursos do azul para forçá-los a conceder território para a crescente população da região leste. O encontro entre Stark e Rogers se intensificou rapidamente e ambas as partes se levantou, mas eles foram abruptamente interrompidos quando Sharpe, que também se levantou, foi baleada por um franco-atirador do oeste. Homem-Aranha (Peter Parker) encontrou a arma usada para atirar a bala, a qual levou de seis a sete segundos para atingir o alvo, e Rogers concluiu que o tiro foi apontada para ele e não para Sharpe, acusando Stark de tentar o assassinar, embora Rogers tenha negado essas alegações.[1]

Usando um drone, Stark espionou o Azul para tentar encontrar o rastro do assassino. Antes que pudesse adentrar manos no Azul, o drone foi interceptado e destruído por Ororo Munroe, a qual o levou para a Cidade do Aço para ter seu núcleo analisado. Os outros componentes do drone foram transformados em um pedaço de metal e jogado na Resiliente Alfa como um aviso. De volta no Azul, o General Rogers e Peter Parker estavam discutindo o próximo curso de ação antes de decidirem ver o progresso de Hank McCoy no "Projeto Curva de Sino."

Stark continuou investigando o assassinato de Sharpe, quando ele descobriu certas anomalias em relação a eventos passados, porque vários destes eram estatisticamente improváveis, considerando o cenário do conflito, levando-o a acreditar que inúmeros eventos, como o assassinato de Sharpe, foram causados por terceiros. Enquanto isso, Hank McCoy apresentou a Rogers os resultados do Projeto Curva de Sino, um procedimento capaz de remover os poderes de super-humanos como William Baker, o Homem-Areia. Inúmeros recursos do Ferro eram necessários para continuar o projeto, para o qual Rogers enviou uma equipe liderada por Parker, composto por Elektra, Azari, o Pantera Negra, e Venom, para se infiltrarem no território de Stark. Ao mesmo tempo, Stark estava enviando Jen Walters para se infiltrar no Azul, para continuar a investigar o assassinato de Sharpe.[2]

A equipe de Parker sofreu a primeira casualidade quando um Sentinela Stark matou Elektra. Depois de destruir um dos robôs, Parker e o resto da equipe passaram rapidamente por eles, já que os Sentinelas trabalhavam apenas como uma defesa externa, para que eles não atacassem a sua própria base. A equipe de Parker terminou de lidar com as defesas robóticas da instalação e se depararam com o obstáculo final, o cadáver reanimado do Rei do Crime controlado pelos Tentáculos do Doutor Octopus, o qual os detectou e atacou quase que imediatamente. Venom salvou o resto da equipe das garras do Rei do Crime, e eles continuaram a missão, no final retornando para o Azul com todos os componentes necessários para o Projeto Curva de Sino.

Ao mesmo tempo, a Mulher-Hulk tinha sido capaz de contornar a varredura mental do Professor X mais velho e quase decrépito, e se infiltrou nas ruas da Cidade do Ferro. No entanto, o Agente Robbie Baldwin dos Justiceiros a reconheceu, e seguiu Jen pela cidade até que ela tinha chegado ao fim da trilha do assassino, o qual foi revelado ser o Mercenário. Enquanto Jen estava espionando o Mercenário de sua janela, Baldwin se encontrou com ela. Mesmo que Jen tenha sido capaz de derrotá-lo facilmente, ela foi forçada a fugir, já que era apenas uma questão de tempo até que reforços chegassem. Ela estava pulando através dos telhados da Cidade do Aço quando ela foi atacada por um inimigo não identificado, e desapareceu de cena antes que os Justiceiros pudessem a pegar. Jen acordou em um local não revelado, tendo sido capturada pelo cliente do Mercenário, T'Challa.[3]

Conforme o Azul se preparava para invadir o Ferro em uma última tentativa de acabar com a guerra, o Homem de Ferro rastreou a posição de Jen e voou para resgatá-la. Ele a encontrou em um complexo secreto encontrado abaixo da Brecha, mas Tony foi rapidamente atacado por suas defesas e neutralizado. Depois de sua armadura ser retirada dele, Tony foi levado para T'Challa, o qual revelou ser a Rainha Skrull Veranke, que afirmou que ela era a causa de cada tentativa fracassada de alcançar a paz como parte de um plano para se beneficiar da guerra interminável. Tony usou armamento adicional que não estava em sua armadura para acabar com os guarda de Veranke, e revelando que ela e seu subordinados eram Skrulls. Tony foi capaz de derrotar os guardas Skrull e libertar a Mulher-Hulk de sua jaula, a qual então salvou Tony dos Skrulls restantes. Enquanto isso, a Azul começou a invadir o Ferro e entraram em combate contra as suas forças quando Steve Rogers estava prestes a detonar uma bomba derivada do Projeto Curva de Sino.[4]

Tony conseguiu escapar da Brecha e foi atacado por Steve, o qual o lançou no seu Aeroporta-Aviões. Lá, Tony chamou Emma Frost e Bucky Barnes, dizendo a Emma para invadir a mente de Steve e mostrar-lhe tudo o que Tony tinha visto na Brecha. Ele também matou Barnes, o qual foi revelado ser um Skrull, para demonstrar ainda mais o seu ponto. Steve ordenou às suas tropas para baixar seus escudos mentais e Emma projetou as imagens para as tropas do Ferro e do Azul. Steve então ordenou a um Logan Hulkificado para atirar a bomba Curva de Sino na Brecha. A bomba foi danificada pela queda, forçando Tony e Steve a irem lá para baixo. Enquanto Tony concertava o dispositivo, Steve lutou contra os Skrulls. Todos os heróis superpoderosos desceram para ajudá-los, quando os dois ativaram a bomba, matando a si mesmos, mas removendo os poderes dos Skrulls e de seu próprio povo.

Dois meses depois, as relações entre o Azul e o Ferro haviam normalizado. O Ferro enviava alimentos e liberou os embargos comerciais, permitindo que o Azul participasse novamente no comércio com outros domínios, enquanto o Azul permitia que colonos do Ferro vivessem em suas terras. Peter Parker e Jennifer Walters agora lideravam suas respectivas facções, com a ponte entre as duas sendo reconstruída.[5]

Pontos de Interesse


Notas

  • Uma cronologia dos eventos diferentes durante a Guerra Civil podem ser lidos em Guerra Civil #2, os eventos de cor verde eram estatisticamente prováveis devido ao cenário do conflito, os eventos de cor vermelha eram o oposto:
    • Stamford (cor azul)
    • Lei do Registro de Super-Humanos (cor verde)
    • Parker remove a máscara (cor verde)
    • X-Men neutros (cor verde)
    • Golias (cor verde)
    • Destruição do Projeto 42 (cor vermelha)
    • A Brecha (cor vermelha)
    • Invasão (cor vermelha)
    • Osborn (cor vermelha)
    • Esfera de Engrenagem (cor verde)
    • Octoguerras (cor vermelha)
    • Sentinela (cor vermelha)
    • Anos da Praga (cor vermelha)
    • Contenção (cor verde)
    • Morte de Miriam Sharpe (cor vermelha)


Curiosidades

  • Sem Curiosidades.


Veja Também

Links e Referências

  • Nenhum.

Notas de Rodapé


O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.